Na reta final, saiba o que priorizar para o Enem

 

 


Tempo de estudo nessa reta final vai depender de cada candidato. Atitudes extremas como virar a noite estudando não costumam gerar bons resultados

 

 

A menos de três dias para o primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), a ansiedade intensifica-se. O que ainda deve ser estudado? Quais matérias priorizar? Tento aprender alguma coisa nova? O professor do Ensino Médio do Colégio Integrado, Tales Mazzoccante, explica que nessa reta final, é imprescindível revisar alguns conteúdos que normalmente são cobrados no ENEM, regularidade de sono, alimentação moderada e organização de horários.

 

 

“Os alunos devem observar quais áreas tem peso maior para o curso pretendido na escolha dos horários de estudo da reta final, concentrar esforços para alinhar as estratégias adequadas para construção textuais para não vacilar na redação, revisar conteúdos mais frequentes de matemática e das demais áreas”, explica.

 

 

O tempo de estudo nessa reta final vai depender de cada candidato. Atitudes extremas como virar a noite estudando não costumam gerar bons resultados. “O tempo de estudo ideal dependerá do tempo livre de aula e da capacidade de concentração de cada um. É preciso respeitar os limites do próprio corpo, mantendo a saúde emocional e física nesses últimos dias. Estudar mais nesse momento não significa necessariamente que o resultado será melhor”, alerta o professor.

 

 

Tales explica que o candidato deve priorizar uma rotina de estudos. “O ideal é dormir e acordar todos os dias no mesmo horário, fazer horário de estudo e cumpri-los, cuidado com o tempo de uso de redes sociais, elencar prioridades nas revisões de conteúdo, priorizar pensamentos positivos e evitar contato com pessoas que estejam com comportamento negativo, o que pode aumentar a ansiedade. Nesse momento, novos conhecimentos nem sempre serão os mais importantes. Mais importante é ter paz, equilíbrio e consciência que devemos estar prontos para fazer a prova do ENEM com o que temos e o que somos”, alerta.

 

 

Sobre o Enem

 

 

Este ano, o exame será aplicado nos dias 21 e 28 de novembro, contando novamente com uma versão digital para quem escolheu esse formato. As versões impressa e digital serão aplicadas nos mesmos dias, ao contrário do que ocorreu no ano passado. Os participantes que se inscreveram na segunda chamada do Enem, que ocorreu entre 14 a 26 de setembro, terão a data de aplicação diferente. Deste modo, quem se inscreveu nesse prazo vai realizar o exame em 9 e 16 de janeiro de 2022.

 

 

O primeiro dia de aplicação do Enem ocorre em 21 de novembro. Neste dia, o candidato responde a 90 questões objetivas, sendo 45 questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e outras 45 questões de Ciências Humanas e suas Tecnologias, além da redação dissertativa-argumentativa.

 

 

Os participantes devem chegar ao local da prova com antecedência, já que os portões abrem às 12 horas e fecham às 13h (horário de Brasília). A duração da prova é de 5 horas e 30 minutos - das 13 horas e 30 minutos às 19 horas.

 

 

O segundo e último dia de aplicação do Enem ocorre em 28 de novembro. Neste dia, o candidato responde a 90 questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias, tendo cada uma das áreas 45 questões objetivas.

 

 

Assim como no primeiro dia, os portões abrem às 12 horas e fecham às 13 horas (horário de Brasília). A duração da prova é de 5 horas - das 13 horas e 30 minutos às 18 horas e 30 minutos.

Postar um comentário

0 Comentários