Na justificativa do projeto, o deputado Delmasso argumenta que por causa da alta demanda mundial, os estados poderão ter que comprar vacinas

Foto: Breno Esaki.

A pandemia de covid-19 já causou mais de trezentas e cinquenta mil óbitos no Brasil. Como ainda não há terapia absolutamente eficaz contra o vírus, diante das tecnologias disponíveis, o isolamento social ainda é a estratégia que se mostra mais efetiva para frear o avanço da doença. Aqui no Distrito Federal foram mais de sete mil e oitocentos óbitos.

Nesse cenário de restrição, o desenvolvimento de uma vacina surge como grande prioridade dos cientistas, visto que a imunização da população assume uma importância central nas políticas de saúde, pois seria capaz de evitar a rápida propagação da doença, além de permitir a volta segura das atividades comerciais, em seu ritmo normal.

Pensando nisso,o vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (Republicanos) é autor do projeto de lei nº 1.786/2021, para que o Distrito Federal possa adquirir vacinas contra o coronavírus, desde que autorizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e incluídas no Plano Nacional de Imunização - PNI. 

A determinação está incluída no projeto de lei nº 1.786/2021, do deputado Delmasso (Republicanos), aprovado na tarde desta segunda-feira pela Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC) da Câmara Legislativa, durante reunião remota. O texto ainda precisa ser analisado por outras comissões permanentes, antes de seguir para votação no plenário.

Aprovado por unanimidade, a proposta estabelece que as "despesas referentes a estas aquisições deverão ocorrer por dotações orçamentárias específicas no Orçamento do Distrito Federal". Na justificativa do projeto, o deputado Delmasso argumenta que por causa da alta demanda mundial, os estados poderão ter que comprar vacinas. "Para que não haja uma crise de abastecimento no mercado nacional e interno, apresento esta proposta para garantir a possibilidade de aquisição de quaisquer materiais, medicamentos, equipamentos e insumos da área de saúde, entre eles, vacinas", assinalou o distrital.



É público e notório que a ausência de vacinas aptas à imunização têm preocupado governadores de todos os Estados, alguns dos quais sentiram a necessidade de recorrer à justiça para assegurar o direito à compra da vacina aprovada por outras agências reguladoras. Com a aprovação da presente lei, o Governo do Distrito Federal, havendo comprovada necessidade e mediante certificação das autoridades sanitárias estrangeiras relacionadas, terá pleno amparo legal para a aquisição de vacinas para atender à demanda da população brasiliense imediatamente.



A operadora antecipa meta estabelecida neste ano e até 2023 chegará com a tecnologia em 100% dos municípios do Brasil



A TIM acaba de superar a marca de 4 mil municípios atendidos com 4G em todo o Brasil, antecipando a meta estabelecida para o fim do ano. A operadora encerrou o mês de março com 4.121 cidades com a tecnologia, e vai atender 100% dos municípios com o 4G até 2023, como parte da estratégia de investimentos contínuos em infraestrutura e na qualidade dos serviços. Somente neste início de ano, o 4G foi ativado em 244 municípios de diversas regiões. O dado é equivalente a mais de duas cidades por dia recebendo o serviço.

Atualmente, cinco estados, além do Distrito Federal, dispõem de 100% de cobertura 4G: São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina. Como resultado do cuidado com a qualidade do serviço oferecido, a TIM foi eleita a operadora líder em disponibilidade de sinal 4G para seus clientes no Brasil, segundo relatório da consultoria OpenSignal.

Quase a totalidade dos municípios que contam com o 4G da TIM com também usufruem da tecnologia VoLTE, que utiliza a rede 4G para chamadas de voz. Assim, os clientes têm alta qualidade nas ligações, maior cobertura, menor tempo para completar chamadas e redução do consumo de bateria do celular, entre outras vantagens.

A operadora vem também ativando as frequências de 700MHz, que oferece uma experiência de ainda mais qualidade e alto desempenho ao usuário, principalmente em ambientes indoor, por terem maior alcance e poder de penetração.

"Trabalhamos continuamente para que nossos clientes possam contar com a rede da TIM. Fomos protagonistas na implantação do 4G e somos líderes na cobertura da tecnologia no Brasil, hoje com mais de 4 mil cidades atendidas. O objetivo da operadora é conectar com qualidade todos os municípios do país com a quarta geração até 2023, apoiando por meio da tecnologia a melhora da qualidade de vida das pessoas o desenvolvimento do país", resume Leonardo Capdeville, CTIO da TIM Brasil

Sobre a TIM
"Evoluir juntos com coragem, transformando tecnologia em liberdade" é o propósito da TIM, que atua em todo o Brasil com serviços de telecomunicações, focada nos pilares de inovação, experiência do cliente e agilidade. A empresa é reconhecida por liderar movimentos importantes do mercado desde o início de suas operações no país e está à frente da transformação digital da sociedade, em linha com a assinatura da marca: "Imagine as possibilidades". É, desde 2015, líder em cobertura 4G no Brasil, conectando, inclusive, o campo para viabilizar a inovação no agronegócio. Foi pioneira na ativação de redes 5G no país, com a criação dos Living Labs em 2019, e está pronta para a próxima geração de redes móveis.

A TIM valoriza a diversidade e promove uma cultura sempre mais inclusiva, com um ambiente de trabalho pautado no respeito. A companhia atua comprometida com as melhores práticas ambientais, sociais e de governança e, por isso, integra importantes carteiras da bolsa brasileira, como a do S&P/B3 Brasil ESG, do Índice de Carbono Eficiente (ICO2) e do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), sendo operadora por mais períodos consecutivos – 13 anos – nesta lista. Faz parte ainda do Novo Mercado da B3, reconhecido como nível máximo de governança corporativa, e foi a primeira empresa de telefonia reconhecida pela Controladoria-Geral da União (CGU) com o selo "Pró-ética". Para mais informações, acesse: https://www.tim.com.br .

Moderna unidade está sendo construída na terceira etapa do bairro Jardim Céu Azul. Investimento é considerado um avanço para a corporação no Entorno do Distrito Federal


Entre os principais avanços e conquistas do município de Valparaíso de Goiás, podemos destacar a construção da unidade do primeiro Quartel do Corpo de Bombeiros, na terceira etapa do bairro Jardim Céu Azul.

A unidade está sendo edificada em uma área estratégica, de fácil acesso a BR-040 e DF-290, mais precisamente na Rua 60 – próximo ao Centro Integrado de Operação de Segurança (CIOPS). O terreno possui uma dimensão total de 675,68 M².

Na manhã desta sexta-feira, 16 de abril, o prefeito de Valparaíso, Pábio Mossoró, recebeu na sala de reuniões do Poder Executivo Municipal, as visitas do Tenente Rodrigues e do Sargento Zaki – do Corpo de Bombeiros de Goiás.

“Ao lado do Dr. Marcus Vinícius, secretário de Infraestrutura, Habitação e Serviços Urbanos, e dos demais colaboradores do nosso governo, tratamos da retomada das obras do Quartel da Corporação, no bairro Jardim Céu Azul. Estamos empenhados, trabalhando diuturnamente e, em breve, entregaremos a importante obra que otimizará as ações dos bombeiros militares e o atendimento dos cidadãos valparaisenses”, informou Mossoró.

Texto e Fotos: Marcelo Carlos.

Na manhã da última quinta-feira (15/04), o prefeito Pábio Mossoró e a secretária de Educação Rudilene Nobre, encontraram o ministro Milton Ribeiro


O Ministro Milton Ribeiro, promoveu na manhã desta quinta-feira, 15 de abril, uma reunião com prefeitos de várias cidades brasileiras e gestores educacionais, no Ministério da Educação (MEC).

Durante o encontro em Brasília (DF), o prefeito Pábio Mossoró e a secretária de Educação, Rudilene Nobre, dialogaram com Ribeiro e também reforçaram parceria do município de Valparaíso de Goiás, com o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Marcelo Ponte.

A visita dos gestores valparaisenses foi destacada pelo titular do MEC. “Estou com o prefeito Pábio de Valparaíso de Goiás e a Rudilene secretária. Eles vieram aqui para conhecer ferramentas que o MEC oferece e possam ajudar a educação de Valparaíso”, afirmou o ministro Milton.

O prefeito Pábio aproveitou o momento para agradecer a parceria de Milton Ribeiro e destacar ações do Governo da cidade. “Agradeço o ministro. Brevemente, nós iremos entregar à população de Valparaíso dois ônibus e mais três creches Pro-Infância. Agradecemos também o nosso presidente Jair Bolsonaro”, reforçou o chefe do Poder Executivo Municipal.

Texto e Foto: Marcelo Carlos.


Durante encontro virtual com governadores, a ONU anunciou a antecipação de quatro milhões de doses em abril. Outras quatro milhões chegam em maio. Os imunizantes fazem parte do consórcio Covax Facility. "Reafirmamos a necessidade de uma atuação conjunta no combate ao coronavírus", disse Caiado, que comemorou o anúncio das vacinas  

Foto: Secom-GO.

Para Caiado, é inadmissível que apenas China, Índia, Rússia e Estados Unidos produzam IFA para bilhões de pessoas. "Isso atrasa o processo de vacinação. A ONU precisa intermediá-lo para que possamos produzir o IFA", disse

O governador Ronaldo Caiado solicitou, durante reunião na última sexta-feira (14/4), à secretária-geral adjunta da Organização das Nações Unidas, Amina Mohammed, que a entidade trabalhe ativamente para que o Brasil e demais países sejam autorizados a produzir, mediante o pagamento de royalties, o IFA (ingrediente farmacêutico ativo) das vacinas contra a Covid-19.

Na ocasião, a ONU anunciou que vai antecipar ao Brasil o repasse de quatro milhões de doses. Elas devem chegar ainda em abril. Outras quatro milhões de unidades podem vir em maio. Os imunizantes fazem parte do consórcio Covax Facility. "Reafirmamos a necessidade de uma atuação conjunta no combate ao coronavírus", disse Caiado, que comemorou o anúncio das vacinas.

Na visão de Caiado, é inadmissível que apenas China, Índia, Rússia e Estados Unidos produzam IFA para bilhões de pessoas. "Isso atrasa demais o processo de vacinação. Por isso a ONU precisa intermediar esse processo e garantir que possamos produzir o IFA mediante o pagamento de royalties", disse, durante reunião do Fórum de Governadores com a ONU.

A secretária-adjunta da ONU, Amina Mohammed, acenou positivamente à sugestão de Caiado. E declarou ser necessária a ação conjunta de todos. De acordo com Marlova Noleto, coordenadora da ONU no Brasil, o país será auxiliado em relação a medicamentos, vacinas e ajuda humanitária. "Vamos intensificar isso", garantiu.



A Assembleia Geral Extraordinária (AGE) da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno (ABBP) realizada na manhã do sábado, dia 17 de abril, prevista para ser uma reunião de trabalho acabou se tornando em um momento de despedida. O jornalista Toni Duarte surpreendeu os associados da ABBP e renunciou ao cargo de presidente da entidade. Em seu lugar, assumiu o posto o então vice-presidente, José Fernando Vilela

Fotos de antes da pandemia da Covid-19.

Alegando motivos de ordem pessoal, o agora ex-presidente da Associação dirigiu os trabalhos da entidade por pouco mais de dois anos. Na ocasião, Toni Duarte fez um balanço das ações realizadas durante a sua gestão. Em seu pronunciamento, o jornalista lembrou de quando junto com o falecido professor Chico, primeiro presidente da ABBP, idealizou a criação da instituição com o objetivo de organizar os blogueiros e ter uma entidade que representasse a categoria perante a sociedade do Distrito Federal e Entorno.

"A ideia de criar a ABBP era para que pudéssemos mostrar à população a importância e relevância do nosso trabalho em divulgar os principais fatos e acontecimentos da cidade. Hoje somos uma entidade reconhecida e respeitada pela sociedade do DF e Entorno", afirmou Toni Duarte.

Ao anunciar a sua saída, o jornalista destacou que estava deixando o comando da ABBP nas mãos de um associado que lutou ao seu lado para dar uma nova cara à entidade. "Tenho a certeza que estou deixando a direção da ABBP em boas mãos", disse o dirigente.

O jornalista José Fernando Vilela lamentou a saída do então presidente e se comprometeu em prosseguir com trabalho iniciado pelo seu antecessor. "Será um desafio e tanto, pois substituir uma pessoa que mudou a história da blogosfera brasiliense não será fácil. Mas tenho a certeza que contarei com a ajuda de toda a família ABBP que o nosso colega Toni Duarte tanto lutou para consolidar ao longo desses últimos anos", ressaltou o novo presidente.

A AGE
Após o anúncio da saída do ex-presidente, os trabalhos da AGE tiveram continuidade. Os associados da ABBP aprovaram a prorrogação da data-limite de pagamento da anuidade deste ano para o dia 30 de abril e a formação de uma comissão para tratar da reforma do estatuto da Associação. O novo presidente disse que nos próximos dias serão divulgados os nomes dos associados que irão compor a comissão bem como os prazos para recebimento de sugestões para a reformulação do estatuto.



Governador Ronaldo Caiado vistoria obras de recapeamento das rodovias GO-507 e GO-213, na região do Sudeste goiano. "O asfalto é o melhor que existe no mundo, o que garante o transporte e uma sobrevivência de mais de 10 anos da rodovia", destaca. Reformas têm parâmetro de qualidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit)

Fotos: Júnior Guimarães e André Saddi  

Governador Ronaldo Caiado vistoria trecho de rodovia em obras no trevo de Rio Quente com a GO-507 e destaca parceria com prefeitos e iniciativa privada: "Temos que governar com esse sentimento de unidade, de esforço conjunto"

Em atenção às rotas turísticas, o Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), trabalha na revitalização de duas rodovias importantes, a GO-213, entre os trevos de Caldas Novas, Rio Quente e Morrinhos, e a GO-507, desde o entroncamento da via com a GO-213 e o município de Rio Quente. Em vistoria a um dos trechos que passam por melhorias, nesta sexta-feira (16/04), o governador Ronaldo Caiado destacou que as parcerias são fundamentais para o volume de ações executadas em todo o Estado. "Se não fosse esse apoio, não daríamos conta de fazer tantas obras como estamos fazendo em Goiás", afirmou.

Caiado lembrou que, em todo o Estado, existem centenas de pontes e rodovias que ficam intransitáveis durante o período chuvoso e, por isso, a união entre Governo de Goiás, prefeituras e iniciativa privada se faz importante. "Temos que governar com esse sentimento de unidade, de esforço conjunto", disse.

O valor total do investimento é de R$ 13,292 milhões, oriundos do Tesouro Estadual. Os recapeamentos contam com a aplicação do concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ), uma determinação do governador, que exige que toda a pavimentação do Estado tenha o parâmetro de qualidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

"O asfalto é o melhor que existe no mundo, o CBUQ, essa massa quente, o que garante, tranquilamente, o transporte e uma sobrevivência de mais de 10 anos [da rodovia]", destacou Caiado. "Estamos fazendo obras em Goiás com esse carinho, ou seja, o dinheiro público sendo corretamente aplicado", completou.

Na GO-213, o Governo de Goiás executa dois trechos. O primeiro, com extensão de oito quilômetros, do trevo de Caldas Novas ao trevo de Rio Quente, já está pronto e contou com investimento de R$ 4,210 milhões. O segundo, do trevo de Rio Quente até Morrinhos, com 27,4 quilômetros de via, teve aplicação do montante de R$ 7,884 milhões.

Presente na vistoria, o vice-governador Lincoln Tejota comentou sobre a importância turística e produtiva da região de Caldas Novas. "Estamos falando do terceiro maior potencial de leite do país. Então, merece investimento de infraestrutura, atenção nossa e é o que estamos fazendo", assegurou.

Durante a vistoria, o prefeito de Caldas Novas, Kleber Marra, detalhou como era a qualidade das obras de infraestrutura realizadas no passado. "Passamos muito tempo com essa rodovia aqui 'esfarelando'. Era uma obra sem qualidade, um asfalto que não era CBUQ", relembrou. Agora, a realidade é outra. "Hoje, a gente tem só que agradecer pela qualidade do asfalto. A gente sabe que isso aqui vai durar muito e que o dinheiro do contribuinte foi bem aplicado", pontuou.

Já na GO-507, o recapeamento beneficiará o trecho do entroncamento da GO-213 até a Pousada do Rio Quente. Para a requalificação da pista é investido R$ 1,197 milhão.

Prefeita de Rio Quente, Ana Paula Lima de Oliveira também elogiou os serviços feitos pelo Governo de Goiás. "Estamos movimentando a economia. A região toda tem que reconhecer seu trabalho, governador", disse. Questionada sobre o padrão de qualidade da rodovia, a prefeita enfatizou: "Está perfeita". Da mesma forma, o prefeito de Morrinhos, Joaquim Guilherme, manifestou alegria em "saber que o governo dá andamento aos projetos que refletem a vontade da comunidade". "Temos que solucionar [as demandas da população] e estar juntos nessa tarefa", completou Joaquim Guilherme.

No primeiro trimestre de 2021, apesar do período chuvoso e das restrições sanitárias, a Goinfra recapeou mais de 200 quilômetros de vias em rotas turísticas, corredores de escoamento de grãos e trechos de alta circulação de veículos, com pavimento padrão Dnit. Além desses recapeamentos já entregues, a agência tem outras frentes de serviço em execução.

Ao representar a Assembleia Legislativa, o deputado estadual Coronel Adailton enalteceu a atuação do Estado em fornecer mais segurança aos turistas. "Como presidente da Comissão de Turismo visito muito os municípios e quero reconhecer esse trabalho. Hoje temos uma rodovia de excelente qualidade", reiterou.

Também participaram da visita a advogada Anna Vitória Caiado; o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral; e o diretor-geral de Administração Penitenciária, tenente coronel Franz Augusto Marlus Rasmussen Rodrigues.



PL de autoria do deputado Delmasso, que busca desburocratização da economia e menor interferência do Estado, foi debatido em audiência pública na noite desta quinta-feira



O deputado Delmasso (Republicanos) se reuniu nesta quinta-feira (15), em uma Audiência Pública Remota, com representantes de entidades ligadas ao comércio, à indústria e à economia do Distrito Federal. A reunião teve como objetivo discutir acerca do projeto de lei 385/2019, que visa a garantia da liberdade econômica no âmbito empresarial, profissional e contratual.

O PL, de autoria do republicano, também defende uma "liberdade econômica responsável", que respeita os direitos humanos, o meio ambiente, os direitos do consumidor, a livre concorrência, a mínima intervenção de deveres e condicionamentos públicos na vida privada, além das medidas e parâmetros de comércio exterior.

"O grande objetivo é desburocratizar e fortalecer a liberdade econômica e, claro, tornar o DF mais competitivo perante as outras unidades da federação", afirmou Delmasso. De acordo com o deputado, "temos o maior PIB do Brasil, nós temos o metro quadrado com as cabeças mais pensantes do Brasil. Então, por que temos uma dificuldade enorme para atrair novos investimentos?".

Os participantes da audiência demonstraram apoio à legislação e criticaram as ações do governo contra as práticas comerciais das empresas privadas. "A lei é extraordinária, pois nos traz uma reflexão e ao mesmo tempo uma compreensão de um novo momento em que o setor produtivo precisa ter menor ingerência do Estado", afirmou o secretário de Empreendedorismo do DF, Amós Batista.

"Para que possamos ter geração de emprego e renda, aumento da remuneração salarial e para que nossos impostos possam ser investidos em infraestrutura, educação, saúde e segurança, é importante termos uma atividade econômica mais organizada, sem interferências do Estado", completou Jamal Jorge Bittar, presidente da Federação das Indústrias do Distrito Federal (FIBRA).

Delmasso finalizou a sessão solicitando aos convidados para analisarem as emendas do projeto e fazerem suas contribuições no texto, a fim de que ele possa tramitar o mais breve possível na Comissão de Economia, Orçamento e Finanças e na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Legislativa.


 Por diversas razões, como a idade, aspectos genéticos, traumas e alimentação, o dente pode ficar amarelado ou escurecido. A questão é que esse aspecto manchado traz incômodo estético para muita gente. Buscando levar sempre a solução para o paciente, a Clínica Sorriso Candango oferece serviços que garantem um sorriso mais marcante



A boa notícia é que é possível deixar os dentes mais brancos com o clareamento dental, tratamento cada vez mais procurado nos consultórios odontológicos devido aos bons resultados que apresenta. Em algumas sessões, você volta a sorrir com segurança, pois os dentes estarão mais bonitos e com um aspecto mais saudável.

A mais simples entre os tipos de clareamento dental é também a que traz os mesmos resultados clareadores mais efetivos: o clareamento convencional (feito em consultório). E com a vantagem adicional de ser mais segura aos dentes. O único, porém, fica por conta do tempo das sessões de aplicação do gel clareador, mais demoradas em comparação com as técnicas otimizadas por luz (led ou laser). Mas vamos lá!

✓ indicações e vantagens: urgências estéticas e indivíduos impossibilitados para a técnica caseira devido a retrações gengivais extensas.

✓ tempo de tratamento: 1 a 4 sessões, com 1:30 hs de duração cada consulta; o intervalo entre as consultas é de 48 horas.

✓ destaque da técnica: mais segura que as técnicas a led e laser, traz os mesmos resultados clareadores. Embora o tempo de aplicação do gel clareador seja maior, a simplicidade do procedimento pode até mesmo deixar a sessão mais rápida.

Apesar de tudo, vale salientar que o resultado do clareamento não é eterno. Dependendo dos seus cuidados, é possível que os seus dentes fiquem mais brancos por dois anos. Depois desse período, é necessário refazer o tratamento.

Marque sua consulta com os profissionais da Clínica Sorriso Candango que querem proporcionar uma qualidade de vida por meio de sorrisos. "Fazer o melhor para o paciente", destaca a empresa.

A equipe completa é composta por 6 profissionais. Além do clareamento, conheça os outros serviços ofertados pelo empreendimento que oferecem soluções odontológicas em todas as áreas. A clínica está localizada na QNC 11, casa 10. O telefone para contato é o: (61) 3797-2222 / (61) 99913-1020 (WhattsApp).

Clínica Sorriso Candango



Nos tempos atuais, cada vez mais as pessoas não têm mais tempo, principalmente em horário de expediente. Elas precisam sair para o almoço, ser atendidas rapidamente, comer e voltar para o trabalho



E é por isso que um restaurante tem destaque na capital federal, Brasília, quando se quer almoçar uma comida gostosa e rápida: a Galeteria Beira Lago. Localizada no Lago Sul, a comida de boa qualidade, o ótimo atendimento e a rapidez para o alimento chegar à mesa são o diferencial de qualquer outra casa.

João Miranda, sócio proprietário da Galeteria, já abriu 17 restaurantes em Brasília, dentre eles o Fogareiro, na Asa Norte e o Babytique, na rua dos restaurantes. "Fiz uma análise no ano de 2007 e percebi que faltava em Brasília uma casa de rodízio de carne branca", conta.

A galeteria possui estacionamento amplo, espaço agradável para cinco ambientes e atualmente está funcionando somente no horário de almoço, devido à pandemia. Neste final de ano, está com agenda aberta para confraternizações e eventos corporativos durante o período noturno.

Atualmente o restaurante tem um dos melhores espaços de Brasília. "Tenho uma vasta experiência no ramo. O estacionamento é muito bom, digo que de restaurantes é um dos mais amplos que tem na capital federal. É uma casa grande, são 5 salões, a casa é imponente, com ar condicionado, nossa arquiteta Monica Pinto foi muito feliz no projeto. O atendimento é rápido, a carne branca é um sucesso no mundo, o galeto não tem hormônio.", afirma Miranda.

"A casa desde 2007 é um sucesso de público. Estamos perto da Câmara, Senado, Tribunais, durante a semana recebemos os funcionários públicos e os políticos. No final de semana recebemos as famílias aqui dessa região mais próxima", comenta Miranda, proprietário.

A casa é reconhecida pelo tradicional rodízio de galeto elogiado por todos, com acompanhamentos e temperos especiais, dentre elas a salada de maionese e a polenta. A galeteria já foi eleita por várias vezes a melhor de Brasília.

Miranda é um dono que, diferente de muitos outros, também trabalha na casa auxiliando seus 27 funcionários, cativando seus clientes com bom humor, conversas na mesa e fotos. "A galeteria é uma casa super familiar, agradável. A comida é rápida, no máximo 5 minutos a comida já está na mesa. Estamos aprimorando nosso atendimento, vou às mesas falar com meus clientes. Eu trabalho na empresa, eu vivo o meu negócio. E graças a Deus faço o que gosto", conclui.

Galeto a passarinho: Deliciosos pedaços selecionados de galeto ao alho e óleo, é uma ótima pedida para esta quinta-feira.

Serviço:
Galeteria Beira Lago
Endereço: Setor de Clubes Esportivos Sul, trecho 2, conjunto 32/33, ao lado do Pier 21;
Telefone: 61 3233-7700 / 61 99866-3466
Horário de funcionamento: Somente almoço – 11:30 as 16h. Sábado e domingo até 17h;
Rodízio de galeto: 69,90 por pessoa;
Site: www.galeteriabeiralago.com.br


 São 31 anos de atuação no mercado brasiliense, o Big Box nasceu e cresceu na capital federal, hoje a rede conta com mais de 21 unidades de supermercados e 11 atacados em Brasília. "Nesses mais de 30 anos de dedicação aos brasilienses, buscamos sempre evoluir e aprimorar nossos serviços, criando um relacionamento de confiança com nossos clientes. Além da qualidade, da economia e do bom atendimento, a rede BIG BOX tem como diferencial o conceito de supermercado de vizinhança, ou seja, facilitar suas compras com uma loja sempre pertinho de você é nossa maior satisfação!"  



"Ficamos honrados em receber a premiação. Em 2021, teremos um ano de muitos desafios para vários setores da economia, incluindo o ramo de supermercados. A consequência da carestia causada pela pandemia afeta a todos. O grupo Big Box buscará aprimorar sua gestão e oferecer serviços e produtos de qualidade, com preço adequado ao consumidor. Queremos que o cliente veja no Big Box e no Ultrabox uma relação de parceria para o abastecimento do seu lar", afirma Bruna Duarte, diretora-executiva da rede Big Box.

Paulo Melo, editor do portal Empreender Brasília, destaca a importância de premiar as lideranças empresariais que se empenham em empreender na capital de todos os brasileiros, "o portal Empreender Brasília vê o empreendedor do Distrito Federal como um grande vencedor, que apesar das dificuldades da pandemia mantém o seu negócio aberto, que está gerando empregos e pagando os seus impostos, todos os empreendedores que não quebrarem com esses lockdowns, são merecedores do prêmio Empreender Brasília, pela sua capacidade de superar dificuldades".

Com muito trabalho e dedicação, o grupo Big Box tornou-se um dos principais grupos empresariais genuinamente brasiliense do brasil, com impacto significativo e positivo na economia do Distrito Federal, tanto na geração de receitas para o DF, como na geração de empregos diretos e indiretos: de uma pequena mercearia que empregava 30 pessoas a uma rede que conta atualmente com mais de 3.000 colaboradores diretos.

Hoje, o grupo conta com 21 estabelecimentos no segmento de supermercado e 11 estabelecimentos no segmento de atacado em pontos estratégicos do Distrito Federal. A história de dedicação e competência da marca BIG BOX está refletida na cronologia de abertura de suas lojas. Em cada inauguração, um novo desafio, mas sempre com a satisfação de poder servir com excelência a mais pessoas e renovar o compromisso que temos desde o início de credibilidade, transparência e parceria com os clientes e fornecedores.  

Prêmio Empreender Brasília
Em 2020 nasceu o Prêmio Empreender Brasília, abrindo as portas para o reconhecimento e valorização dos empreendedores que investem e buscam se destacar no Distrito Federal.  O prêmio promovido pelo portal Empreender Brasília é feito através de pesquisa quantitativa popular e eletrônica. O prêmio Empreender Brasília busca impulsionar os negócios do Distrito Federal. A iniciativa do portal Empreender Brasília tem o objetivo de estimular o empreendedorismo no DF,  consolidando os empreendimentos das cidades, impulsionando negócios nascidos em Brasília, dando destaque a valorização do empreendedorismo para o fortalecimento do setor de comércio e serviço e criando oportunidades de networking e colaboração entre empreendedores.

O  Prêmio Empreender Brasília foi criado para valorizar, incentivar e estimular os pequenos negócios a crescerem cada vez mais, em um ambiente mais justo, competitivo e sustentável. O prêmio é uma iniciativa realizada pelo portal Empreender Brasília, referência no setor, com forte penetração no mercado ao longo dos seus 7 anos de história. O Prêmio Empreender Empreender Brasília 2021 segue com critérios técnicos por meio de pesquisa quantitativa, popular e eletrônica que visa destacar empreendedores em diversas categorias. Aproveite e conheça o portal Empreender Brasília: https://www.empreenderbrasilia.com.br/.

Grupo Big Box
Tudo começou em 1989, com uma pequena mercearia na 106 Norte e uma grande missão no coração: oferecer aos seus clientes produtos da melhor qualidade pelo melhor preço! A cidade foi crescendo rápido e o Big Box também. Em 1994, o supermercado já ocupava todo o bloco comercial e o mix de produtos oferecidos tinha se ampliado com as novas seções de padaria, hortifruti e açougue.

Eles queriam ir mais longe e levar o conceito de bom atendimento, economia e qualidade para mais famílias brasilienses. Com a inauguração, em 17 de dezembro de 1998, da segunda loja, na 402/403 Norte, o sonho começa a se tornar realidade: nascia a rede BIG BOX. Com o sucesso das duas primeiras lojas e a vontade de estar cada vez mais perto dos clientes, a rede de lojas foi crescendo. A partir do ano 2000, foi ampliado o raio de atuação da rede Big Box para o Lago Sul, Sudoeste, Lago Norte, Vicente Pires e Águas Claras.

Além do aumento do número de lojas no segmento de supermercado, o BIG BOX lança também uma outra bandeira: o ULTRABOX – atacado e varejo. Uma rede de lojas que oferece grande variedade de produtos com preços diferenciados no atacado. São preços ainda mais baixos tanto para o consumidor final como para o comerciante. Em 2013, foi inaugurada, em Planaltina, a primeira loja da nova bandeira, e hoje o ULTRABOX conta com 12 unidades em pontos estratégicos do DF e entorno.

Em 2018, o BIG BOX lançou um novo formato de loja, com a inauguração das unidades da 208 Norte e 310 Norte, ambas no subsolo. Modernas, confortáveis e com tudo para você se sentir em casa. A marca BIG BOX, além de ser sinônimo do melhor atendimento, consolidou-se como o melhor supermercado de vizinhança de Brasília.

Já são mais de 31 anos de uma história de amor e dedicação à Brasília e a quem vive nela. Mais que um supermercado completo, o Big Box quer ser o seu melhor vizinho, sempre perto, sempre pronto para oferecer tudo o que precisa. Esse mesmo espírito de atender com qualidade, presente desde quando era uma simples mercearia, continua mais forte do que nunca em todas as suas lojas e nas que também virão. A qualidade é a marca do trabalho do grupo Big Box.



O Senac-DF abrirá inscrições, de 16 a 30 de abril, para 4.400 vagas em cursos de qualificação profissional gratuitos para pessoas de baixa renda.  As oportunidades fazem parte do Programa Senac de Gratuidade (PSG) e os cursos são das áreas de Beleza, Saúde, Gestão e Negócios, Gastronomia, Informática, Turismo e Lazer, Moda e Comunicação. Serão disponibilizadas no total 165 turmas em 79 cursos técnicos e de formação inicial e continuada com opções para os turnos matutino, vespertino e noturno. A inscrição deverá ser realizada pelo site do Senac (df.senac.br/psg/#/consulta-de-vaga), onde também está disponível o edital. Cada candidato poderá se matricular em até dois cursos, desde que sejam realizados em turnos diferentes  



As turmas ofertadas serão desenvolvidas na modalidade presencial nas unidades de Taguatinga, Gama, Ceilândia, Setor Comercial Sul (TTH e Jessé Freire), 903 Sul, Sobradinho e Ações Móveis (entidades parceiras). Porém, enquanto o Senac-DF constatar que há a necessidade de adoção de medidas necessárias para conter a pandemia do novo coronavírus, as atividades educacionais serão desenvolvidas com apoio de recursos tecnológicos (atendimento remoto), e/ou com atividades flexíveis entre presencial e remoto conforme protocolos internos.

Para participar dos cursos do Programa Senac de Gratuidade é necessário possuir renda familiar per capita de até dois salários-mínimos; ter idade igual ou superior à idade mínima exigida para acesso ao curso; ter a escolaridade exigida para o curso escolhido; e não ter evadido ou desistido de outro curso PSG, com prazo igual ou inferior a um ano da data de evasão ou desistência.

A classificação dos inscritos obedecerá aos seguintes critérios: atendimento aos requisitos de acesso, ordem de inscrição e quantidade de vagas ofertadas no curso escolhido. O resultado da classificação será divulgado no dia 14 de maio no site do Senac-DF (df.senac.br/psg/#/consulta-de-vagas). As aulas terão início nos meses de junho e julho.

Neste edital serão ofertados oito cursos técnicos: em Administração, Contabilidade, Farmácia, Hemoterapia, Nutrição e Dietética, Recursos Humanos, Secretaria Escolar e Secretariado, que possuem carga horária que varia entre 800 e 1200 horas.

Os demais são cursos livres (formação inicial, aperfeiçoamento ou atualização), destinados a quem quer ingressar, se atualizar ou aperfeiçoar conhecimentos em determinada área. Entre eles estão: Açougueiro, Administração em Serviços Hospitalares, Administrador de Banco de Dados, Assistente de Logística, Assistente de Pessoal, Barbeiro, Bartender, Cabeleireiro, Camareira, Confeiteiro, Construção de Websites com PHP e MySQL, Consultoria de Estilo - Personal Stylist, Consultoria de Imagem, Costureiro, Cozinheiro, Depilação Masculina, Design de Sobrancelhas, Gestão de Condomínio, Manicure e Pedicure, Maquiador, Modelista, Organizador de Eventos, Recepcionista, Salgadeiro, Tributação nas Operações Comerciais, Vendedor, Vitrinismo e Visual Merchandising para Varejo de Moda, entre outros.

Confira os cursos ofertados por unidade.

SENAC CEILÂNDIA
Cursos: Administração em Serviços Hospitalares, Administrador de Banco de Dados, Assistente de Logística, Assistente de Pessoal, Assistente de Secretaria Escolar, Faturamento de Serviços de Saúde, Manicure e Pedicure, Recepção em Serviços de Saúde e Técnicas Avançadas de Word, Excel e Power Point.
Total de vagas: 400

SENAC GAMA
Cursos: Administração em Serviços Hospitalares, Assistente de Logística, Barbeiro, Faturamento em Serviços de Saúde, Recepcionista, Recepção em Serviços de Saúde, Recrutamento e Seleção de Pessoas, Técnicas Avançadas de Word, Excel e PowerPoint, Técnico em Secretariado e Técnico em Recursos Humanos.
Total de vagas: 302 vagas

SENAC JESSÉ FREIRE (SCS)
Cursos: Assistente de Logística, Assistente de Pessoal, AutoCAD - Desenho de Ambientes em 2D, Branding e Marketing de Moda, Consultoria de Estilo - Personal Stylist, Editor de Projeto Visual Gráfico, Microsoft Power BI Básico, Operador de Computador, Recepcionista, Técnico em Administração e Vitrinismo e Visual Merchandising para Varejo de Moda.
Total de vagas: 290

SENAC 903 SUL
Cursos: Análise de Faturamento de Serviços de Saúde, Atualização no Tratamento de Feridas e Curativos, Especialização Técnica em Enfermagem em Serviços de Urgência e Emergência, Especialização Técnica em Oncologia, Noções de Interpretação de Exames Clínicos Laboratoriais, Recepção em Serviços de Saúde, Técnico em Farmácia e Técnico em Hemoterapia.
Total de vagas: 300

SENAC SOBRADINHO
Cursos: Administração de Contas a Pagar, Contas a Receber e Tesouraria, Administração em Serviços Hospitalares, Assistente de Secretaria Escolar, Cabeleireiro, Consultoria de Estilo - Personal Stylist, Consultoria de Imagem, Costureiro, Design de Sobrancelhas,
Excel com Vba e Dashboard, Faturamento de Serviços de Saúde, Microsoft Power Bi – Avançado, Microsoft Power Bi – Básico, Técnico em Administração e Técnico em Recursos Humanos.
Total de vagas: 302

SENAC TAGUATINGA
Cursos: Administração de Contas a Pagar, Contas a Receber e Tesouraria, Administração em Serviços Hospitalares, Análise em Faturamento Hospitalar, Assistente de Pessoal, Assistente de Secretaria Escolar, AutoCAD - Desenho de Ambientes em 2D, Auxiliar de Cozinha, Construção de Websites com PHP e MySQL, Controle de Fluxo de Caixa e Ponto de Equilíbrio, Depilação Masculina, Faturamento de Serviços de Saúde, Ferramentas de Marketing Digital, Front-End: HTML, CSS, Bootstrap, JL e JQuery, Gastronomia para Pessoas com Restrições Alimentares, Liderança Coach, Microsoft Power Bi – Básico, Microsoft Power Bi – Avançado, Operador de Computador, Pizzaiolo, Recepcionista, Recrutamento e Seleção de Pessoas, Recursos de Glosas Aplicados ao Faturamento de Serviços de Saúde, Salgadeiro, Técnicas Avançadas de Word, Excel e PowerPoint, Técnicas Básicas para Cozinheiro, Técnico em Administração, Técnico em Contabilidade, Técnico em Nutrição e Dietética, Técnico em Secretaria Escolar e Tributação nas Operações Comerciais.
Total de vagas: 1.142

SENAC TTH (GASTRONOMIA)
Cursos: A Arte de se Comunicar e Vender Mais, Açougueiro, Assistente de Pessoal, Bares e Restaurantes: Gestão Operacional, Bartender, Boas Práticas para Serviços de Alimentação, Camareira(o) em Meios de Hospedagem, Congelamento de Alimentos, Cozinha: Gestão de Processos e Pessoas, Cozinheiro, Desenvolvimento de Equipes, Elaboração de Cardápios: Planejamento e Precificação, Garde Manger, Garçom, Gastronomia para Pessoas com Restrições Alimentares, Inteligência Emocional e Vendas, Liderança Coach, Organizador de Eventos, Padeiro, Recepcionista, Recrutamento e Seleção de Pessoas, Sustentabilidade Aplicada à Cozinha, Técnicas de Petiscos e Comida de Boteco e Vendedor.
Total de vagas: 612


SENAC AÇÕES MÓVEIS

Biblioteca de Brazlândia
End.: St. Norte q 24 Conjunto C12
Cursos: Assistente de Pessoal, Assistente de Secretaria, Design de Sobrancelha e Maquiador.
Total de vagas: 120

Casa Azul
Cursos: Assistente de Pessoal, Assistente de Secretaria e Operador de Computador.
Total de vagas: 120

Recanto das Artes
Cursos: Assistente de Logística, Confeiteiro, E-Commerce: Vendendo no Comércio Eletrônico e Gestão de Condomínio.
Total de vagas: 130

Administração Regional do Paranoá
Cursos: Assistente de Logística, Assistente de Secretaria Escolar, Cabeleireiro, E-Commerce: Vendendo no Comércio Eletrônico e Gestão de Condomínio.
Total de vagas: 170

CAPEMI
Cursos: Assistente de Logística e Assistente de Secretaria Escolar.
Total de vagas: 60

Administração Regional do Riacho Fundo
Cursos: Assistente de Pessoal e Assistente de Secretaria.
Total de vagas: 60

Administração Regional de Santa Maria
Cursos: Agente de Alimentação Escolar, Assistente de Logística, Assistente de Secretaria, Modelista, Operador de Computador e Técnicas Avançadas de Word, Excel e PowerPoint.
Total de vagas: 164

Administração Regional de São Sebastião
Cursos: Assistente de Logística, Confeiteiro, Costureiro, Gestão de Condomínio, Modelista, Operador de Computador e Técnicas Avançadas de Word, Excel e PowerPoint.
Total de vagas: 208

Administração Regional de Samambaia
Curso: Barbeiro
Total de vagas: 20



Com o intuito de auxiliar os empresários brasilienses dos setores de comércio, serviços e turismo que sofrem com a crise provocada pelo coronavírus, o Senac-DF lança nesta quinta-feira (15) o projeto "Senac Impulsiona – Varejo"



O objetivo é oferecer soluções, como suporte gerencial e técnico, para que os empreendedores da capital do País possam impulsionar suas vendas. Serão ofertados cursos de pequena duração, com os seguintes temas: Comercialização e Marketing, Trilha do Vendedor, Finanças e Logística. Essas áreas abordam diversos conteúdos, como a análise do comportamento de consumo; o empreendedorismo digital; a inovação de formatos e canais de venda; o relacionamento com o cliente e o pós venda; entre outros assuntos.

O programa começará no Gama, como um projeto piloto, e será voltado, prioritariamente, para empresários de micro, pequenas e médias empresas dos segmentos de comércio, serviços e turismo, bem como para gestores de empresas familiares, sem a necessidade de graduação prévia. A Diretora de Educação Profissional e Tecnológica do Senac-DF, Cíntia Gontijo de Rezende, destaca que a instituição, criada em 1946, nasceu com a proposta e missão de atuar em prol da valorização do trabalhador e do empresário do comércio.

"Esse projeto é mais uma ação da entidade para promover ações socioeducativas que contribuam para o bem-estar social e para qualidade de vida dos trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo, de seus familiares e da comunidade", informa Cíntia. "Nos preocupamos em assegurar a milhões de brasileiros o usufruto de dois direitos fundamentais: a educação e o trabalho. Este projeto coroa um momento ímpar do Senac: a iniciativa de impulsionar o varejo, proporcionando uma melhoria nas vendas", conclui.

A ideia é que, ao final do curso, os participantes consigam implementar as recomendações orientadas, reduzindo seus custos e despesas, aumentando suas receitas e multiplicando os lucros de seu negócio. Cada curso é limitado a um determinado número de pessoas e as disciplinas terão a duração de 16 horas.

O investimento, por aluno, vai de R$ 110 até R$ 270, dependendo do curso escolhido. Entre as formas de pagamento estão: cartão de crédito, boleto bancário, cartão de débito e PIX. Para mais informações: 99254-2387 ou 99290-5459 (Gama).



O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou nesta quinta-feira (15) que pretende entregar ainda em abril os novos parâmetros para a reestruturação do programa Bolsa Família ao presidente Jair Bolsonaro. Em entrevista à BandNews TV, Roma afirmou também que o Ministério da Cidadania está realizando o estudo para apresentar as mudanças, de forma a fortalecer e ampliar o programa


Fotos: Bernardo Alves.

"Pretendemos ainda no mês de abril submeter ao presidente Bolsonaro novos parâmetros acerca do Bolsa Família para que isso seja submetido ao Congresso. Sendo isso viável, já em agosto, quando especialmente os beneficiários do Auxílio Emergencial retornam ao programa, poderiam encontrar um Bolsa Família mais fortalecido. Esse estudo está em andamento, essas informações contribuem para que possamos chegar em uma política pública mais eficaz. Então, com aval do presidente e aprovação do Congresso, pretendemos ampliar e fortalecer o programa em 2021", disse.

O ministro também explicou que a reestruturação busca ampliar de forma que o programa atinja maior quantidade de beneficiários. Além disso, visa fortalecer o Bolsa Família enquanto ferramenta, de forma "que fique mais clara a execução do programa, que é um somatório de várias políticas públicas". Ele ainda explicou que, caso o presidente dê aval, as mudanças serão encaminhadas ao Congresso por meio de uma Medida Provisória.

João Roma falou também sobre o início do pagamento do Auxílio Emergencial, que chegará a mais de 40 milhões de pessoas com investimento superior a R$ 44 bilhões do governo federal. O valor é de R$ 250 para os beneficiários, com exceção das famílias unipessoais, que recebem R$ 150, e das mulheres chefes de família, que recebem R$ 375.

"Essa é a caminhada que enquanto nação temos que seguir para superar isso. Há um quesito que aflora também que é a questão da economia, o que faz com que muitas pessoas estejam hoje em situação muito mais precária, sem ter a possibilidade de buscar o sustento de suas famílias, muitas delas já com problema de segurança alimentar, passando fome. O que o governo brasileiro conseguiu fazer desde o ano passado foi chegar junto a essa população mais vulnerável com o Auxílio Emergencial. Foram nove parcelas, com investimento de R$ 294 bilhões, equivalente a dez anos de execução do Bolsa Família", salientou

Boas práticas empresariais em Goiás estão contribuindo para que se chegue mais perto das metas. Solo, mananciais e clima agradecem neste mês em que se celebra Dia do Planeta Terra

Consciente Construtora adota rigoroso processo de tratamento dos resíduos sólidos
(Foto: Divulgação)

Reduzir a geração de resíduos sólidos e aplicar soluções práticas de reutilização e reciclagem é um grande desafio no Brasil. Segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), as cidades brasileiras geraram em 2018 cerca de 79 milhões de toneladas de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU). Foram coletados 92% deste total, dos quais apenas 43,3 milhões de toneladas, 59,5% do coletado, foi disposto em aterros sanitários. O montante de 29,5 milhões de toneladas de resíduos, 40,5% do total coletado, foi despejado inadequadamente em lixões ou aterros controlados e ainda cerca de 6,3 milhões de toneladas geradas anualmente continuam sem ao menos serem coletadas e seguem sendo depositadas sem controle.

Para mitigar o problema foi aprovado em 2010, após décadas de discussão, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que determina o privilégio da destinação para tratamento e, em último caso, o destino para aterros sanitários. A iniciativa é um grande passo na solução do problema, mas para colocar a PNRS em prática são necessários mais investimentos públicos e também o apoio e colaboração da sociedade e empresas na diminuição da geração e destinação correta dos resíduos. As boas práticas encontram espaço para estímulo neste mês de abril em que se comemora o Dia Nacional da Conservação do Solo (15) e o Dia do Planeta Terra (22).

Um case de sustentabilidade desenvolvido em Goiás é o da Consciente Construtora e Incorporadora. Em seu Relatório de Sustentabilidade 2018-2019 apresentado à sociedade no final de 2020, a empresa aponta que aumentou substancialmente as ações de reciclagem e reutilização de resíduos. Em 2017 a construtora reutilizou 40 m³ de resíduos; em 2018, aumentou para 265 m³ e em 2019, foram 505 m³ de resíduos reutilizados; mais de 10 vezes o volume de 2017. Na obra do Gaia Consciente Home, por exemplo, somente no ano de 2019, foram separados 166 m³ de madeira e direcionados para o reaproveitamento na Cerâmica Tapuia, em Trindade, que reutiliza no processo de queima na fabricação de tijolos.

Quanto à reciclagem, a empresa também tem investido bastante. em 2017 foram direcionados para a reciclagem 33.800 kg de resíduos ou mais de 38 m³. Em 2018, 123 m³; e em 2019, alcançou a marca de 249 m³ de resíduos da construção civil reciclados.

Segundo a supervisora do Sistema de Gestão da Qualidade da Consciente, Amanda Gomes, o procedimento é rigoroso. “A empresa segue atentamente as orientações do Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA nº 275 e 307, que orienta sobre a disposição dos mesmos. O sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) dá o mapeamento metódico e detalhado sobre os processos administrativos e da obra, além do controle de desperdício e retrabalho. O resultado é a diminuição de desperdícios de materiais e a consequente diminuição do impacto ambiental e melhora da performance produtiva”, afirma Amanda Gomes.

Nos canteiros de obras, é realizada a segregação de resíduos, que são separados em classe A, B, C e D. O resíduo classe A, do qual se tem maior volume nas obras, provenientes de concreto, revestimento cerâmico e tijolo, é direcionado à Ecoentulhos, uma empresa que faz o reaproveitamento dos resíduos, por meio de parceria com a construtora. Já os resíduos classe B, como papelão, sacos plásticos e mangueira de polietileno PVC, a Consciente reaproveita e envia para Cooperativa Tradição, em Anápolis. Já a madeira é enviada para a Cerâmica Tapuia, que também faz o reaproveitamento. Dessa forma, a empresa, além de beneficiar o meio ambiente, estimula o desenvolvimento da cadeia de reciclagem de resíduos e fortalece a geração de renda para inúmeras famílias.
 
No canteiro de obras do Gaia Consciente Home é realizada a segregação de resíduos em classes
(Foto: Divulgação)

 


 

                     Vacinação contra o H1N1 ajuda a desafogar o sistema de saúde neste momento crítico da pandemia do novo coronavírus (Foto: Divulgação)
 

Empresas se empenham para levar imunização a colaboradores e assim desafogar o sistema de saúde. Construtora está entre as que manteve a boa prática neste ano

Os números alarmantes da Covid-19 no Brasil justificam a mobilização em torno do combate ao novo coronavírus. No entanto, a prevenção de doenças já conhecidas e que apresentam sintomas semelhantes também contribui para evitar a sobrecarga do sistema de saúde. A H1N1, por exemplo, tem quadro clínico bastante parecido ao da Covid-19 na maioria dos casos, com febre, tosse, coriza, dor de cabeça e de garganta, e pessoas contaminadas pelo vírus influenza A podem acabar procurando atendimento médico desnecessariamente.

Por isso, empresas estão promovendo campanhas de vacinação para imunizar os colaboradores contra o influenza A e assim diminuir o número de pessoas contaminadas pela H1N1 que vão ao hospital por conta de alguns sintomas que podem ser confundidos com a Covid-19. Neste momento, reduzir o número de visitas aos hospitais é crucial para permitir que o sistema de saúde consiga atender o maior número possível de casos do novo coronavírus. Em Goiânia, a Consciente Construtora promove anualmente a campanha desde 2014, e este ano imunizou 280 pessoas contra a H1N1, como destaca o coordenador de Responsabilidade Socioambiental, Felipe Inácio.

"Todos os anos a gente se esforça para imunizar os nossos colaboradores contra a gripe. Agora, com a pandemia, é ainda mais importante esse cuidado com os nossos funcionários e os familiares deles. A Consciente sempre teve uma preocupação muito grande em dar apoio social para o seu quadro de trabalhadores, com um olhar especial para essa questão da saúde”, ressalta Felipe Inácio.
 
Colaborador da Consciente Construtora recebe vacina contra o H1N1 (Foto: Divulgação)

Para evitar aglomeração de colaboradores durante a campanha de vacinação, a Consciente Construtora organizou o atendimento por meio de agendamento e programou ações em diferentes locais de atuação da empresa, ao longo de vários dias. A campanha, feita em parceria com o Sesi, foi realizada na sede da construtora e no Gaia Consciente Home, ambos no Setor Bueno, e na obra do WTC Goiânia, no Setor Marista.

“A Consciente é referência no mercado em termos de sustentabilidade e responsabilidade social, e estamos tomando todos os cuidados para evitar aglomerações com os nossos funcionários. Toda a campanha de vacinação foi feita por meio de agendamento prévio, para que não precisasse ir todo mundo junto ao mesmo tempo”, destaca o coordenador de Responsabilidade Socioambiental da Consciente Construtora.

Alguns colaboradores da Consciente Construtora que já tomaram a primeira dose da vacina da Covid-19 serão imunizados contra a H1N1 posteriormente. Por conta da ausência de estudos suficientes sobre a possibilidade de coadministração das duas vacinas e sua interação conjunta no organismo humano, o Ministério da Saúde recomenda que elas não sejam aplicadas na mesma pessoa em um curto intervalo de tempo. 
 
Campanha da Consciente Construtora vai imunizar 280 colaboradores (Foto: Divulgação)



Período de negociação de débitos deve ocorrer em meados do ano. Objetivo é favorecer a adimplência diante do impacto socioeconômico da pandemia do Coronavírus


Foto: Giselle Vanessa Carvalho.

A Prefeitura de Goiânia vai abrir nova rodada de negociação com os devedores já em meados deste ano. A realização de um novo Programa de Recuperação Fiscal (Refis) foi anunciada pelo prefeito Rogério Cruz nesta terça-feira (13/4), durante a prestação de contas quadrimestral aos vereadores da cidade. O objetivo, segundo o chefe do Executivo goianiense, é favorecer a adimplências de pessoas física e jurídica diante do impacto socioeconômico da pandemia do Coronavírus (Covid-19). Os esforços são para que a ação ocorra entre os meses de junho e julho.

O Refis deve oportunizar a regularização de débitos relativos aos impostos Predial e Territorial Urbano (IPTU/ITU), Sobre Serviços (ISS) e Sobre Transmissão de Imóveis (ISTI), além de taxas; multas administrativas, a exemplo das aplicadas pelo Procon e pela Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma); contratos, aluguéis, indenizações, restituições, entre outros tipos de créditos não tributários. No entanto, as condições de pagamento, bem como as reduções das penalidades decorrentes da situação de inadimplência, ainda não foram definidas. A Secretaria Municipal de Finanças (Sefin) foi incumbida pelo prefeito Rogério Cruz de desenhar a operacionalização do programa.

"Vamos identificar o público-alvo, estudar o impacto e delinear a melhor forma de fazer com que o Refis contribua para o desenvolvimento da cidade e, principalmente, como determinou o prefeito Rogério Cruz, para o amparo dos cidadãos impactados economicamente pela pandemia do Coronavírus", explica a secretária interina de Finanças, Letícia Vila Verde. Ao todo, a carteira da Dívida Ativa tem 423.827 títulos, entre impostos, taxas, multas, entre outros créditos que, juntos, somam R$ 8,3 bilhões. Os grandes débitos, quando superiores a R$ 100 mil, representam cerca de 85% desse total.

“Em todos os Refis, o que se observa é que a maioria das pessoas que aproveitam a oportunidade de negociação tem menor poder aquisitivo. São pequenas empresas, são pessoas que perderam o crédito no mercado por indisponibilidade financeira, por imprevistos, mas que têm vontade de regularizar a dívida. Nossa dificuldade continua sendo os grandes devedores, gente com alto poder aquisitivo, mas que não têm interesse em honrar o compromisso que têm com a cidade”, acrescenta Letícia Vila Verde. Hoje, a taxa de inadimplência tributária de Goiânia é de, em média, 30%.

Demanda
De acordo com o prefeito, a pandemia fez crescente o número de cidadãos que pedem ao Executivo uma oportunidade para regularização dos débitos inscritos em Dívida Ativa. Rogério Cruz explicou que tem postergado a realização do Refis porque neste momento parte substancial dos cidadãos não têm condições sequer de realizar o parcelamento. "Em amplas frentes, que envolvem a área de saúde, a área social e a área econômica, estamos trabalhando com agilidade, planejamento e tecnologia para superar este grave e difícil momento. Junto com a população, vamos sair desta situação", pondera. A realização de mais uma edição de um Programa de Recuperação Fiscal próprio, conforme anunciado pelo prefeito, demanda aprovação de projeto de lei na Câmara Municipal de Goiânia.

O último Programa de Recuperação Fiscal promovido pela Prefeitura de Goiânia ocorreu há mais de dois anos, entre os dias 1º e 12 de abril de 2019. À época, foi permitida a negociação de dívidas municipais de qualquer natureza, exceto multas de trânsito, cuja atribuição é do Governo Federal, e houve ampliação da possibilidade de parcelamento, que passou de até 40 para no máximo 60 vezes. Em 2020, o poder público municipal apenas aderiu à Semana Nacional da Conciliação, uma ação organizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que ocorre simultaneamente em todo o país. Nela, no entanto, há menor flexibilidade quanto às condições de negociação da dívida e maior restrição em relação aos débitos que podem ser negociados.


Em Audiência Pública realizada ontem, prefeitos e gestores do Entorno do DF, solicitaram a reativação do Hospital Federal de Campanha



O Poder Executivo Municipal, representado pelo prefeito Pábio Mossoró, participou na noite de segunda-feira, 12 de abril, de Audiência Pública em Brasília, com o ministro da Saúde Marcelo Queiroga.

Durante o encontro, o gestor valparaisense que também é presidente da Associação dos Municípios Adjacentes a Brasília (AMAB), solicitou a reativação do Hospital Federal de Campanha, a fim de atender o combate e tratamento da Covid-19, aos pacientes da região do Entorno do Distrito Federal.

“Acredito que é hora de priorizar ações agregadoras, que tragam benefícios imediatos a toda população”, destacou Mossoró. Ele esteve acompanhado da promotora Lorena Bittencourt de Valparaíso e da promotora de Águas Lindas de Goiás.



Na oportunidade, o prefeito valparaisense entregou um Ofício ao ministro da Saúde. “Somos solidários com Vossa Excelência, por estar à frente das ações federais, e no ensejo nos colocamos ao inteiro dispor para em havendo a possibilidade desse diálogo, nos colocamos a disposição para juntos alcançarmos esse entendimento”, de acordo com um trecho do documento apresentado.

A reunião foi solicitada pelo deputado federal, Major Vitor Hugo. Também presentes, a ministra do Governo Federal, Flávia Arruda e os prefeitos Diego Sorgatto (Luziânia), Fábio Corrêa (Cidade Ocidental), Carlinhos do Mangão (Novo Gama), Dr. Lucas (Águas Lindas), Aleandro Caldato (Santo Antônio do Descoberto) e Joseleide Lázaro (Padre Bernardo).

Com informações e fotos da Assessoria de Comunicação do Governo da cidade de Valparaíso de Goiás.



O Programa acontecerá de segunda a sexta-feira, das 12 às 14 horas, com transmissão na rádio Mais FM 101,3. A edição diária de 2 horas tem como objetivo manter os ouvintes por dentro das principais novidades, com conteúdos inéditos e exclusivos. A ideia é trazer entrevistas com convidados especiais, quadros informativos com a participação de especialistas e a presença dos melhores blogueiros do Distrito Federal, além de muita música



A rádio Mais FM tem um grande alcance geográfico e satisfatória audiência em Brasília e no entorno. A emissora possui notória expressividade dentro do cenário da Capital.

Apresentado pelo jornalista Withman Castro com vasta experiência na apresentação de programas no Rádio em Brasília e que já teve passagens pelas emissoras: Jornal de Brasília FM, Rádio Atividade FM e Cultura FM, e produzido pela jornalista Gláucia Oliveira, o Made in Brazil promete oferecer uma programação descontraída e informativa, tornando o horário de almoço dos ouvintes mais leve e prazerosa.

Conheça as redes sociais da Mais FM Brasília:
Site: Mais FM Brasília – maisfmbrasilia.com.br
Instagram: @maisfmbrasilia
WhatsApp: (61) 98212-2001

A bela paisagem que surgiu com a formação do lago para construção da usina hidrelétrica atrai visitantes de Goiás e do Distrito Federal

Vista do lago da usina Corumbá IV nas proximidades do município de Abadiânia
(Foto: João Paulo Ribeiro)

A construção da Usina Hidrelétrica de Corumbá IV provocou uma transformação radical na paisagem e na vida dos moradores da região leste de Goiás. Inaugurado há 15 anos, o lago artificial que se formou para a exploração do potencial hidrelétrico do rio Corumbá surpreende pelo porte colossal - são 173 km² de área e capacidade de 3,7 trilhões de litros de água - e também pelas mudanças econômicas e culturais que trouxe à população vizinha.

Os números do Corumbá IV são superlativos. A energia produzida na usina abastece cerca de 250 mil habitantes do Distrito Federal, o que corresponde a 15% da demanda energética do DF. A barragem de terra tem comprimento total de 1.290 metros e altura máxima de 76 metros. O vertedouro tem três comportas metálicas com capacidade para jorrar mais de 2 milhões de litros de água por segundo.

A grandiosidade da obra, no entanto, não reside apenas em suas dimensões. O surgimento do lago Corumbá IV e as belezas naturais do lugar despertaram a vocação turística da região, que desfruta de localização geográfica privilegiada, conseguindo atender visitantes de Brasília, Goiânia, Anápolis e outras cidades próximas. Em alguns casos, como o de Abadiânia, a economia local já se molda em torno do lago.

O potencial turístico do lago Corumbá IV também vem sendo estimulado por grupos de empreendedores do mercado imobiliário, que enxergaram no lugar a oportunidade perfeita para conferir opções de turismo e lazer, aliados à preservação ambiental. Para que as obras de condomínios residenciais, clubes e ecoparques sejam feitas sem prejuízo à preservação do meio ambiente, as prefeituras das cidades que compõem a região estão adequando os planos diretores às novas demandas, aliando desenvolvimento e sustentabilidade.

“Em termos de arrecadação, já superamos a crise do turismo religioso em Abadiânia. Concentramos os nossos esforços no entorno do lago e fomos surpreendidos com o retorno para o município. Abadiânia tem uma vocação turística muito grande e isso atrai a iniciativa privada. A prefeitura trabalha para oferecer a infraestrutura e estimular esses investimentos, que são extremamente importantes”, avalia o prefeito José Diniz.

Um destes investimentos é o Escarpas Eco Parque, idealizado pela Tropical Urbanismo e o Grupo Ferroeste, em uma área de mais de 1 milhão de metros quadrados. Aproximadamente 10 mil metros lineares são banhados pelo lago e por suas cascatas, corredeiras, piscinas naturais e a vasta riqueza do Cerrado brasileiro. Neste verdadeiro oásis natural, os empreendedores preparam espaços para experiências de ecoaventura, clube, marina com operador especializado e um condomínio ecológico fechado.

Paisagem do Lago Corumbá IV se destaca e atrai visitantes apaixonados pela natureza
(Foto: Divulgação)

Superando as fake news

As fake news são a principal forma de propagação de boatos e lendas urbanas nos dias de hoje. A facilidade de compartilhar informações por meio da internet popularizou a prática de disseminar notícias falsas, muitas vezes elaboradas com o intuito criminoso de causar pânico e medo na população. Em Goiás, as populações ribeirinhas do lago Corumbá IV são frequentemente bombardeadas por notícias de teor alarmante e conteúdo nocivo, em geral relacionadas a um possível rompimento da barragem da Usina Hidrelétrica instalada na região.

No final de fevereiro, a população se assustou com informações sobre o rompimento iminente da barragem. As publicações afirmavam que as autoridades públicas estavam escondendo a verdade sobre as condições de conservação da obra, utilizando fotos antigas de vistorias do Corpo de Bombeiros e de obras de manutenção, tiradas de contexto, para conferir “autenticidade” às informações.

Durante este episódio, o prefeito de Abadiânia, José Diniz, ficou preocupado diante das notícias que estavam se espalhando rapidamente entre os ribeirinhos e chegou a se deslocar até Luziânia, município localizado a 123 km de distância, para se certificar de que tudo não passou de uma confusão provocada pelas fake news.

“Estive em Luziânia para acompanhar a situação e fiquei tranquilo após constatar que tudo não passou de mentira. As fake news são um desastre para nós, prefeitos, porque temos o trabalho de convencer a população sobre a verdade. Hoje em dia tudo o que colocam na internet vira automaticamente verdade. O pessoal não checa a veracidade das informações antes, e isso é muito ruim”, avalia o prefeito de Abadiânia.

Os transtornos causados pelas fake news também afetam o trabalho da Corumbá Concessões, gestora da Usina Hidrelétrica de Corumbá IV, que completa 15 anos em 2021. De acordo com a empresa, os boatos começaram após as intensas chuvas ocorridas no início do mês. Na ocasião, a gestora promoveu uma obra para reduzir a umidade do solo lateral da via de acesso ao lago. O trabalho, no entanto, fazia parte da rotina de manutenção e sequer tinha relação com a barragem.

“Repudiamos as fake news que circularam no município, distorcendo fatos rotineiros e provocando apreensão na população ribeirinha. A Corumbá Concessões, pautada pela transparência e respeito à comunidade, tranquiliza a todos e reafirma as perfeitas condições da barragem”, afirma a Corumbá Concessões em nota oficial.

Turismo de ecoaventura é um dos destaques da região do Lago Corumbá IV
(Foto: Divulgação)


Publicidade

CLIQUE AQUI E VEJA MINA CASA, MINHA VIDA VALPARAISO

Tecnologia do Blogger.