Inscrições para o curso da Fábrica Social terminam nesta quarta (22)

Fábrica Social capacita profissionais para atuação no mercado de trabalho e como empreendedores individuais | Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília
Fábrica Social capacita profissionais para atuação no mercado de trabalho e como empreendedores individuais | Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília

Os interessados serão qualificados profissionalmente em corte e costura, com aulas teóricas e práticas


Josiane Borges, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto

Termina nesta quarta-feira (22), o prazo para participação nas 600 vagas do curso de corte e costura da Fábrica Social. As inscrições, gratuitas, podem ser feitas pelo site da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedet) ou em uma das 14 agências do trabalhador, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Podem se inscrever pessoas a partir de 16 anos que façam parte do Cadastro Único, possuam renda familiar per capita de até R$ 200 e não tenham participado de nenhum processo anterior de capacitação e qualificação no programa Fábrica Social. As vagas também incluem oportunidades para pessoas com deficiência (PcDs), idosos, imigrantes (em situação regular no país) e jovens originários de unidades de acolhimento.

No curso, há ensinamentos sobre corte e costura, moda e reaproveitamento de materiais. Em dezembro, será iniciada a parte teórica, com regramentos e familiarização dos conteúdos. Já a parte prática começa em janeiro de 2024.

Formação

As aulas têm duração de 12 meses, sendo ministradas de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h ou das 14h às 18h. Os participantes recebem uniforme, lanche, auxílio de R$ 304 e vale-transporte.

A apresentação da documentação original para efetivação da matrícula vai do dia 27 deste mês a 8 de dezembro, e a lista dos selecionados será divulgada no site da Sedet. A previsão é que as atividades na Fábrica Social se iniciem em 18 de dezembro.

O centro de capacitação e qualificação profissional da Fábrica Social tem como objetivo formar profissionais para o ingresso no mercado de trabalho ou como empreendedores individuais.

Entre os módulos oferecidos no curso, há aulas de empreendedorismo e qualificação social, abordando comportamento no mercado de trabalho, autoconhecimento, relações interpessoais, o que é exigido numa entrevista, proatividade, inteligência emocional e empoderamento.

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos