Cine Cultura recebe Festival Varilux de Cinema Francês

Festival Varilux de Cinema Francês começa nesta quinta-feira (23/11) no Cine Cultura, em Goiânia (Imagem: Cena do Filme Memórias de Paris)
Festival Varilux de Cinema Francês começa nesta quinta-feira (23/11) no Cine Cultura, em Goiânia (Imagem: Cena do Filme Memórias de Paris)

O Festival Varilux, maior festival de cinema francês do Brasil, chega ao Cine Cultura na próxima quinta-feira (23/11). Serão exibidos na programação longas-metragens distribuídos em quatro sessões por dia, incluindo Culpa e Desejo, novo filme de Catherine Breillat, e o clássico E Deus Criou a Mulher, de Roger Vadim e um dos filmes que eternizou Brigitte Bardot no cinema.

Por Agência Cora Coralina de Notícias - Hosana Alves

10ª edição do festival apresenta uma seleção de 19 filmes recentes e inéditos no Brasil. O roteiro de exibição segue até o dia 6 de dezembro, para deleite dos apreciadores da sétima arte. Mais informações, sinopses e fotos podem ser conferidas no site do Festival.

O Cine Cultura é uma unidade da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e funciona no Centro Cultural Marietta Telles Machado, na Praça Cívica, inclusive nos fins de semana. O ingresso para as sessões do Varilux será R$ 16 (inteira), e R$ 8 (meia), e devem ser adquiridos na bilheteria da unidade, apenas em dinheiro. Lembrando que toda segunda-feira tem ingresso único de meia-entrada.

Filmes
1 – Sob as Estrelas (2023, 110 min, livre, dir: Sébastien Tulard)

Desde cedo, Yazid teve apenas uma paixão: cozinhar. Criado entre uma família adotiva e um abrigo, o jovem forjou um caráter indomável. De Epernay à Paris, passando por Mônaco, ele tenta realizar seu sonho: trabalhar com os maiores confeiteiros e se tornar o melhor.

2 – O Renascimento (2023, 95 min, livre, dir: Rémi Bezançon)

Dono de uma galeria de arte, Arthur Forestier representa Renzo Nervi, um pintor em plena crise existencial. Os dois homens sempre foram amigos e, apesar de todos os contratempos, o amor pela arte os une. Sem inspiração há vários anos, Renzo gradualmente afunda em um radicalismo que o torna incontrolável. Para salvá-lo, Arthur desenvolve um plano ousado que acabará testando sua relação.

3 – O Livro da Discórdia (2023, 97 min, livre, dir: Baya Kasmi)

Youssef Salem tem 45 anos, é descendente de uma família de imigrantes argelinos e vive em Paris onde se dedica à escrita. Após uma série de contratempos, ele decide escrever um romance parcialmente autobiográfico, inspirado na sua juventude e em particular nos tabus que rodeiam a sexualidade no ambiente onde cresceu.

4 – A Musa de Bonnard (2023, 122 min, 14 anos, dir: Martin Provost)

A vida do pintor francês Pierre Bonnard (1867-1947) e de sua esposa, Marthe de Méligny (1869-1942), ao longo de cinco décadas. O homem que seu país natal apelidou de “pintor da felicidade” não seria o pintor que todos conhecem sem a enigmática Marthe que sozinha ocupa quase um terço da sua obra…

5 – O Astronauta (2022, 110 min, livre, dir: Nicolas Giraud)

Engenheiro de aeronáutica na empresa Arianespace, Jim se dedicou durante anos a um projeto secreto: construir seu próprio foguete e realizar o primeiro voo espacial tripulado amador. Mas para realizar seu sonho, ele deve aprender a compartilhá-lo.

6 – Crônica de uma Relação Passageira (2022, 100 min, 14 anos, dir: Emmanuel Mouret)

Durante uma festa, Charlotte, uma mãe solteira, conhece Simon, um homem casado. Este novo casal concorda em se ver apenas por diversão, sem vivenciar nada além. Porém, essa relação sem futuro fica perturbada quando novos sentimentos aparecem.

7 – O Desafio de Marguerite (2023, 112 min, 14 anos, dir: Anne Novion)

O futuro de Marguerite parece claro. Brilhante aluna de Matemática na renomada Escola Normal Superior de Paris e a única menina de sua classe, ela está finalizando uma tese que deverá apresentar diante de um público de pesquisadores. No grande dia, um erro abala todas as suas certezas.

8 – Almas Gêmeas (2023, 100 min, 14 anos, dir: André Téchiné)

Após um ataque contra seu comboio militar no Mali, o tenente francês David Faber é trazido de volta à França para se recuperar. Profundamente queimado e com amnésia severa, ele passa meses em recuperação, sob a cuidadosa vigilância de sua preocupada e devotada irmã Jeanne, que espera que ele recupere sua memória.

9 – Conduzindo Madeleine (2022, 91 min, livre, dir: Christian Carion)

Madeleine, 92 anos, chama um táxi para chegar à casa de repouso onde deverá morar a partir de agora. Ela pede a Charles, um motorista um tanto desiludido, que passe pelos lugares que importaram em sua vida, para vê-los uma última vez. Aos poucos, pelas ruas de Paris, Madeleine revela um passado extraordinário que perturba Charles.

10 – Maestro(s) (2022, 96 min, livre, dir: Bruno Chiche)

O maestro Denis Dumar ganhou mais um prêmio nas Victoires de la Musique Classique, evento anual de premiação de música clássica francesa. Logo em seguida, seu pai, François – um brilhante maestro de renome internacional – recebe um telefonema anunciando que foi escolhido para reger a orquestra do Teatro Scala de Milão. Sendo esse seu maior sonho, ambos vibram com a notícia. Porém, Denis rapidamente se desilude ao descobrir que, na verdade, ele é quem foi escolhido para ir à Milão, e não seu pai.

11 – As Bestas (2022, 137 min, 14 anos, dir: Rodrigo Sorogoyen)

Um casal francês se muda para uma vila no interior da Galícia, buscando proximidade com a natureza. Eles levam uma vida sossegada, plantam vegetais e recuperam casas abandonadas, mas não têm uma boa relação com os outros habitantes. Após rejeitar um projeto de energia elétrica eólica, dois irmãos da vizinhança se desentendem e levam a situação ao limite.

12 – A Viagem de Ernesto e Celestine (2022, 81 min, livre, dir: Julien Chheng e Jean-Christophe Roger)

Ernesto e Celestine estão viajando de volta ao país de Ernesto para consertar seu violino quebrado. Esta terra exótica é o lar dos melhores músicos do planeta e a música enche constantemente o ar de alegria. Porém, ao chegarem, os dois heróis descobrem que todas as formas de música foram proibidas há muitos anos.

13 – Meu Novo Brinquedo (2022, 112 min, livre, dir: James Huth)

Pensando no sustento de sua futura família, Samy aceita um trabalho como vigia noturno em uma loja de luxo. Philippe Etienne, o homem mais rico da França, decide inaugurar sua loja de brinquedos e diz à seu filho, Alexandre, que pode escolher o que mais desejar como presente de aniversário. Alexandre escolhe Samy como seu novo brinquedo.

14 – Making Of (2023, 119 min, livre, dir: Cédric Kahn)

Simon, um diretor experiente, começa a rodar um filme sobre a luta dos trabalhadores para salvar sua fábrica. Mas nada sai como planejado. Sua produtora deseja reescrever o final, sua equipe entra em greve, sua vida pessoal está em ruínas; e para piorar as coisas, o ator principal é um desagradavel egocêntrico. Joseph, um jovem que deseja entrar na indústria do cinema, aceita dirigir o making of

15 – Disfarce Divino (2023, 98 min, 14 anos, dir: Virginie Sauveur)

Quando um padre idoso falece, a chanceler encarregada da diocese, Charlotte, descobre que ele era uma mulher. Sem que ninguém suspeitasse, o padre estava praticando sua vocação por anos. Consternada, Charlotte decide iniciar uma investigação em meio a comunidade.

16 – Culpa e Desejo (2023, 104 min, 16 anos, dir: Catherine Breillat)

Anne é uma renomada advogada especializada em violência sexual contra menores. Ao conhecer o filho de 17 anos de seu atual parceiro, ela inicia um relacionamento com ele. Ao fazê-lo, corre o risco de pôr em risco a sua carreira e desmembrar a sua família.

17 – Orlando, Minha Biografia Política (2023, 98 min, 14 anos, dir: Paul B. Preciado)

Adaptação de uma das obras mais conceituadas da escritora inglesa Virginia Woolf, “Orlando”, em que o realizador, Paul B. Preciado, dirige uma carta à escritora a dizer que a sua personagem Orlando tornou-se real: o mundo está a tornar-se orlandesco. Preciado convocou um teste de elenco com 25 pessoas diferentes, todas trans e não binárias, para interpretar a personagem fictícia de Virginia Woolf, enquanto narram as suas próprias vidas. O filme reúne ainda uma série de imagens de arquivo sobre pessoas trans de meados do século XX que evocam os verdadeiros “Orlandos” históricos na luta pelo reconhecimento e visibilidade.

18 – Memórias de Paris (2022, 105 min, 14 anos, dir: Alice Winocour)

Três meses depois de sobreviver a um ataque terrorista em um bistrô parisiense, Mia ainda está traumatizada e incapaz de se lembrar dos acontecimentos daquela noite. Em um esforço para finalmente seguir em frente, ela investiga suas memórias e refaz seus passos.

19 – E Deus Criou a Mulher (1956, 95 min, 14 anos, dir: Roger Vadim)

Na pequena comuna de Saint-Tropez, a sedutora órfã Juliette é o objeto de desejo de todos os homens. Ela provoca o milionário Eric e se sente atraída por Antoine. Para fugir do orfanato, ela aceita se casar com Michel, o irmão mais jovem de Antoine.

Programação
23/11 – Quinta-feira

– 14h: Sob as Estrelas (2023, 110 min, livre, dir: Sébastien Tulard)

– 16h15: O Renascimento (2023, 95 min, livre, dir: Rémi Bezançon)

– 18h20: O Livro da Discórdia (2023, 97 min, livre, dir: Baya Kasmi)

– 20h25: A Musa de Bonnard (2023, 122 min, 14 anos, dir: Martin Provost)

24/11 – Sexta-feira

– 14h: O Livro da Discórdia (2023, 97 min, livre, dir: Baya Kasmi)

– 16h05: O Astronauta (2022, 110 min, livre, dir: Nicolas Giraud)

– 18h20: Crônica de Uma Relação Passageira (2022, 100 min, 14 anos, dir: Emmanuel Mouret)

– 20h25: O Desafio de Marguerite (2023, 112 min, 14 anos, dir: Anne Novion)

25/11 – Sábado

– 14h: Almas Gêmeas (2023, 100 min, 14 anos, dir: André Téchiné)

– 16h05: Conduzindo Madeleine (2022, 91 min, livre, dir: Christian Carion)

– 18h: Maestro(s) (2022, 96 min, livre, dir: Bruno Chiche)

– 19h55: As Bestas (2022, 137 min, 14 anos, dir: Rodrigo Sorogoyen)

26/11 – Domingo

– 14h: A Viagem de Ernesto e Celestine (2022, 81 min, livre, dir: Julien Chheng e Jean-Christophe Roger)

– 15h45: Meu Novo Brinquedo (2022, 112 min, livre, dir: James Huth)

– 18h: Making Of (2023, 119 min, livre, dir: Cédric Kahn)

– 20h25: Crônica de Uma Relação Passageira (2022, 100 min, 14 anos, dir: Emmanuel Mouret)

27/11 – Segunda-feira

– 14h: Disfarce Divino (2023, 98 min, 14 anos, dir: Virginie Sauveur)

– 16h05: A Musa de Bonnard (2023, 122 min, 14 anos, dir: Martin Provost)

– 18h35: O Renascimento (2023, 95 min, livre, dir: Rémi Bezançon)

– 20h40: Culpa e Desejo (2023, 104 min, 16 anos, dir: Catherine Breillat)

28/11 – Terça-feira

– 13h: Orlando, Minha Biografia Política (2023, 98 min, 14 anos, dir: Paul B. Preciado)

– 15h05: Memórias de Paris (2022, 105 min, 14 anos, dir: Alice Winocour)

– 17h15: As Bestas (2022, 137 min, 14 anos, dir: Rodrigo Sorogoyen)

– 20h: Sob as Estrelas (2023, 110 min, livre, dir: Sébastien Tulard)

29/11 – Quarta-feira

– 13h: A Musa de Bonnard (2023, 122 min, 14 anos, dir: Martin Provost)

– 15h30: O Renascimento (2023, 95 min, livre, dir: Rémi Bezançon)

– 17h35: Meu Novo Brinquedo (2022, 112 min, livre, dir: James Huth)

– 19h50: Maestro(s) (2022, 96 min, livre, dir: Bruno Chiche)

30/11 – Quinta-feira

– 14h: O Desafio de Marguerite (2023, 112 min, 14 anos, dir: Anne Novion)

– 16h15: Disfarce Divino (2023, 98 min, 14 anos, dir: Virginie Sauveur)

– 18h20: Conduzindo Madeleine (2022, 91 min, livre, dir: Christian Carion)

– 20h20: O Livro da Discórdia (2023, 97 min, livre, dir: Baya Kasmi)

01/12 – Sexta-feira

– 14h: Crônica de Uma Relação Passageira (2022, 100 min, 14 anos, dir: Emmanuel Mouret)

– 16h05: Memórias de Paris (2022, 105 min, 14 anos, dir: Alice Winocour)

– 18h15: Almas Gêmeas (2023, 100 min, 14 anos, dir: André Téchiné)

– 20h15: As Bestas (2022, 137 min, 14 anos, dir: Rodrigo Sorogoyen)

02/12 – Sábado

– 13h30: Meu Novo Brinquedo (2022, 112 min, livre, dir: James Huth)

– 15h45: Making Of (2023, 119 min, livre, dir: Cédric Kahn)

– 18h10: Sob as Estrelas (2023, 110 min, livre, dir: Sébastien Tulard)

– 20h25: Culpa e Desejo (2023, 104 min, 16 anos, dir: Catherine Breillat)

03/12 – Domingo

– 14h: O Desafio de Marguerite (2023, 112 min, 14 anos, dir: Anne Novion)

– 16h15: O Astronauta (2022, 110 min, livre, dir: Nicolas Giraud)

– 18h30: Clássico: E Deus Criou a Mulher (1956, 95 min, 14 anos, dir: Roger Vadim)

– 20h30: Maestro(s) (2022, 96 min, livre, dir: Bruno Chiche)

04/12 – Segunda-feira

– 14h: A Viagem de Ernesto e Celestine (2022, 81 min, livre, dir: Julien Chheng e Jean-Christophe Roger)

– 15h45: Conduzindo Madeleine (2022, 91 min, livre, dir: Christian Carion)

– 17h40: Crônica de Uma Relação Passageira (2022, 100 min, 14 anos, dir: Emmanuel Mouret)

– 19h45: Making Of (2023, 119 min, livre, dir: Cédric Kahn)

05/12 – Terça-feira

– 14h: Sob as Estrelas (2023, 110 min, livre, dir: Sébastien Tulard)

– 16h15: Memórias de Paris (2022, 105 min, 14 anos, dir: Alice Winocour)

– 18h25: O Astronauta (2022, 110 min, livre, dir: Nicolas Giraud)

– 20h40: Almas Gêmeas (2023, 100 min, 14 anos, dir: André Téchiné)

06/12 – Quarta-feira

– 13h: As Bestas (2022, 137 min, 14 anos, dir: rodrigo sorogoyen)

– 15h45: Making Of (2023, 119 min, livre, dir: cédric kahn)

– 18h10: Disfarce Divino (2023, 98 min, 14 anos, dir: virginie sauveur)

– 20h15: Orlando, Minha Biografia Política (2023, 98 min, 14 anos, dir: Paul B. Preciado)

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos