Dia de Finados: pesquisa do Procon aponta variação de até 585% em preço de flores



Com a proximidade do Dia de Finados, celebrado em 02 de novembro, o Procon Goiás realizou uma pesquisa comparativa de preços com flores, coroas e velas, itens tradicionalmente muito procurados pelos consumidores nesta data. Durante a pesquisa a maior variação encontrada foi de 585,71% e ocorreu na unidade de rosa branca, encontrada de R$ 1,75 a R$ 12. Outro item com diferença de preço considerável (515,38%) foi o vaso de crisântemo conhecido como bola belga nº 11, comercializado entre R$ 6,50 e R$ 40.

Velas também apresentaram oscilação de preço e merecem atenção do consumidor. Uma vela 5×5, por exemplo, tem sido comercializada de R$ 10 a R$ 42,05. Para quem optar por comprar coroa de flores, os pesquisadores encontraram esse item, de tamanho G, com menor preço R$ 250 e maior preço de R$ 500, apresentando uma variação de 100%.

O levantamento foi feito do dia 18 ao dia 23 de outubro, com 33 itens relacionados a essa data, em 18 estabelecimentos comerciais em Goiânia, principalmente nas proximidades dos cemitérios da capital.
Elevação e queda de preços

A pesquisa também aponta a variação anual nos preços dos produtos. Em relação a 2022, constatou-se a elevação de até 22,30% no preço da unidade de rosa branca. Ano passado, esse produto tinha preço médio de R$ 6,86 e, este ano foi encontrado por R$ 8,39.

Alguns itens apresentaram queda nos preços em relação a 2022. É o caso do vaso de margarida campestre, que tinha preço médio de R$ 50 no ano passado, e que em 2023 tem sido vendida ao preço médio de R$ 31,50, registrando uma variação negativa de 37%.
Contratação de planos funerários

De acordo com o Procon Goiás é preciso que o consumidor fique atento quanto à contratação de planos funerários no Dia de Finados, já que nessa data é comum o assédio de vendedores de planos de assistência funerária. Se houver interesse nesse tipo de serviço, a orientação é que o consumidor procure se informar em um outro momento, para analisar cuidadosamente o contrato.

É preciso cuidado também para que as empresas não se aproveitem do momento delicado e de sofrimento dos familiares enlutados para praticarem uma cobrança abusiva ou para alterarem unilateralmente o valor do serviço que foi contratado.
Orientações gerais

O Procon Goiás orienta que o consumidor faça pesquisa antes da compra de qualquer produto. É importante analisar os preços entre os estabelecimentos, já que a variação dos valores é significativa, além de observar a qualidade dos itens.

Com relação às flores e velas, a orientação é que, se possível, sejam adquiridas com antecedência. É interessante também evitar a compra com os ambulantes que ficam nas portas dos cemitérios. Isso porque há a tendência de que os preços sejam mais elevados naquele momento.

Na hora da compra, o consumidor deve estar atento aos produtos em exposição, pois eles devem apresentar os preços de forma clara. Se existe a opção de parcelamento, a mercadoria deve conter os dois preços: o total à vista e o valor final parcelado com juros. O lojista deve informar também quais são os juros praticados, número e periodicidade das prestações, no caso de pagamento a prazo.

A pesquisa completa está disponível no site do Procon Goiás.

Confira aqui o relatório e a planilha da pesquisa.

Com informações de Hosana Alves - Agência Cora Coralina

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
Bio Caldo - Quit Alimentos