Conheça a história de 6 casais que empreenderam com o franchising

Eles encontraram em suas franquias a solução para ficarem unidos no relacionamento e também nos negócios



Muitas vezes, a química que um casal possui em um relacionamento pode ser utilizada para um negócio conquistar o sucesso. Nesse cenário, o franchising por levar mais segurança para se dar o primeiro passo.

"O franchising é um dos setores que figuraram entre os que mais cresce em 2022 e 2023. Tudo por conta das inovações e soluções encontradas pelos empreendedores, que buscam estimular novos franqueados, na abertura de novas unidades e em como se manter firme e forte em tempos de tantas incertezas. Essas soluções, faz com que empreendedores iniciem o próprio negócio com mais segurança" comenta a consultora Mércia Machado Vergili, sócia do escritório de São Paulo do GSPP, empresa que realiza a consultoria de varejo e formatação de franquia.

Confira abaixo a história de seis casais que encontraram no franchising a solução para serem donos do próprio negócio.


Laís Maibashi e Lucas Talamonte - Franqueados da GOU Odonto

Vinda de uma família de dentistas, Laís Maibashi nunca teve dúvidas sobre seguir carreira em odontologia e desde cedo buscou se especializar na área. Após se formar, a jovem decidiu ganhar experiência no mercado. Primeiro, ela se mudou para São Paulo, onde trabalhou em diversas clínicas. Depois, foi para Botucatu (SP). Sem familiares ou conhecidos na cidade, Laís se concentrou no trabalho, até que conheceu o engenheiro civil Lucas Talamonte em uma festa. Mais do que começar a namorar, o casal decidiu levar a sintonia para o mundo dos negócios, e após quatro anos juntos investiram em uma franquia da GOU Odonto, rede de franquias odontológicas que possui 130 unidades espalhadas pelo país.

“Pode parecer loucura investir tão cedo com alguém, mas sentimos uma parceria na vida e resolvemos tentar levar isso também para os negócios. O que nos chamou atenção no modelo de franquia é que nem eu nem o Lucas tivemos experiências anteriores em administração. E a vantagem da franquia é essa ela já vem em um formato testado. A GOU Odonto nos chamou a atenção pelo conforto e toda a tecnologia que as clínicas proporcionam aos pacientes. Acredito que Botucatu ainda não possui nada com essa estrutura”, comenta Laís Maibashi, franqueada da GOU Odonto de Botucatu.

Nossa expectativa é fazer a diferença na cidade”, comenta Lucas Talamonte, franqueado da GOU Odonto Botucatu. “Queremos que as pessoas venham até a nossa clínica e sintam bons motivos para voltar a sorrir, seja devido aos serviços estéticos, aos de saúde bucal ou simplesmente porque tiveram um excelente atendimento”.

O investimento inicial para se adquirir uma franquia da GOU é a partir de R$30 mil, com faturamento médio mensal de R$60 mil e um prazo de retorno de três meses.


Jacson e Karina Vechai - Franqueados da Super Aprendiz

Jacson e Karina se conheceram trabalhando. Desde então, a vontade de empreender sempre foi uma marca registrada de Karina Verchai. Devido a toda estrutura e suporte oferecidos pelo franchising, em maio de 2019, ela e o marido, Jacson Verchai, resolveram investir na Super Estágios, rede de franquias de estágios com unidades em todas as regiões do país. Em maio de 2021, o casal decidiu dar um novo passo no mundo do empreendedorismo e inaugurou em Joinville (SC) uma franquia da Super Aprendiz rede de escolas de cursos profissionalizantes e de aprendizagem que também pertence ao Grupo Super.

"De maneira geral, os desafios de empreender juntos são parecidos com os de um relacionamento. Opiniões distintas são essenciais para o crescimento do negócio ou da relação, e ao mesmo tempo os pontos convergentes mostram que estamos no caminho certo. O essencial para o casal empreendedor, é a determinação pelo resultado. Assim como nosso objetivo como família é ter uma relação sólida e fundamentada para o príncipio, nos negócios nós buscamos manter regras claras para o desenvolvimento da empresa.De maneira geral, o desafio e a percepção que diferentes habilidades constróem um negócio de sucesso é o que nos move para frente", comenta Jacson Verchai.

O investimento inicial para se adquirir uma franquia da Super Aprendiz é a partir de R$60 mil, com prazo médio de retorno em 12 meses e faturamento médio de R$180 mil.


Aline e Fabiano Abreu - Franqueados da The Joy School

Após o nascimento dos gêmeos, os empresários Aline Abreu e Fabiano Oliveira, começaram a pesquisar pelo bairro da Vila Mariana (SP), onde moram, por berçários onde pudessem deixar seus filhos. E depois de uma intensa busca perceberam que nenhuma escola atendia às suas expectativas. A partir dessa necessidade eles perceberam que existia uma importante demanda na região e, que muito outros pais poderiam estar em busca de um berçário diferenciado para seus filhos.  Assim, começaram a pesquisar franquias de escolas que se alinhassem aos seus desejos e necessidades de pais, e que, ao mesmo tempo, fosse uma ótima oportunidade de negócio.

E assim nasceu a primeira franquia da The Joy School com berçário, que introduzirá o inglês no rotina dos bebês, com músicas e brincadeiras.  

“Participar do desenvolvimento desse projeto é uma grande realização. A  The Joy me permitiu acompanhar  todo processo, desde o planejamento da planta da escola, até o programa de educação que será trabalhado com os bebês, ”, explica Aline. “Conseguimos pensar em todos os detalhes. Tudo que eu queria para os meus filhos, a The Joy vai oferecer para todas as crianças” ressalta Aline. “Hoje, os meus gêmeos estão com 1 ano e meio, e é muito realizador trabalhar no mesmo ambiente que eles vão estudar e, assim, poder estar o dia todos com eles, sabendo que terão uma educação diferenciada. É o que eu sempre busquei, a realização de um sonho ”, finaliza Aline.

A franquia do casal ficará no bairro da Vila Mariana, em São Paulo, e tem cerca de 1.500 m² . O investimento inicial para a abertura da franquia foi em torno de R$ 800 mil.


Morgana Melo e Flavia Lima -  Franqueados da Camisetas da Hora

Muitos brasileiros buscam morar no exterior devido a qualidade de vida, porém, ao chegarem, acabam se deparando com rotinas de trabalho muito mais árduas do no que Brasil. Esse foi o caso de Morgana Melo e Flavia Lima. As brasileiras saíram de Recife a procura de uma vida melhor e ao morarem em Toronto tiveram que atuar em dois empregos, chegando a trabalhar 15 horas por dia para conseguir pagar as despesas e também terem dinheiro para investimentos e lazer. Cansadas dessa situação, em 2021, o casal investiu em uma unidade da Camiseta da Hora, rede de microfranquias em home office de e-commerce de camisetas. Com estrutura em  dropshipping, a dupla possui hoje uma marca própria, O Mundo dos Presentes. O objetivo é que o investimento ofereça para elas mais flexibilidade e qualidade de vida.

“Diversas pessoas saem do país com a expectativa de ganhar em dólar ou em euro, mas se esquecem que quando chegarem aos seus destinos também irão gastar nessas moedas. Devido a isso, muitos imigrantes acabam tendo dois empregos: um em full time, com oito horas diárias, e outro em part time, que rende mais algumas horas extras. Esse foi o nosso caso. Foi a partir do segundo emprego que conseguimos uma reserva financeira para investir em uma franquia da Camisetas da Hora. Estamos muito animadas, pois a mesma é uma possibilidade de termos uma melhora financeira sem nos desgastarmos tanto”, comenta Morgana Melo, franqueada da Camisetas da Hora em Toronto.

Além de camisetas, O Mundo dos Presentes, a loja online de Morgana e Flavia, vende também canecas. Para o futuro, o casal tem a expectativa de fazer o negócio se estruturar e crescer. O investimento inicial para uma franquia da Camisetas da Hora é de R$ 25 mil, com prazo médio de retorno em seis e meses e faturamento de R$ 25 mil.

Mariano Grosso e Carlos da Silva – Franqueadores da Pablo BA

Empreender é algo que está no DNA de Mariano. Sócio de uma empresa de robótica, Grosso é natural da Argentina, é analista de T.I., mas sempre teve o hábito de fazer doces por hobby. Durante 7 anos, estudou no Instituto Argentino de Gastronomia cozinha e pâtisserie, porém, nunca pensou em atuar profissionalmente na área. Em 2020, durante o pico da pandemia, notou algumas horas livres e começou a fazer pavlovas - doce muito conhecido na Europa e praticamente uma novidade no Brasil - para se distrair do isolamento. Nesse tempo, ele e o marido, Carlos da Silva, presentearam alguns amigos e sempre era indagado se vendia as sobremesas. Até que começou a vender. Esse foi o começo da Pablo BA.

"No início, vendíamos apenas para amigos, mas esses começaram a indicar outros amigos. Um dia, meu marido subiu a foto de uma das pavlovas no grupo do prédio que moro. A partir daí os pedidos aumentaram ainda mais. O grande 'bum' das vendas foi no Dia dos Namorados. Era tanto pedido que não estávamos dando conta e nosso forno só podia fazer duas pavlovas a cada duas horas. Chegou o impasse. Precisávamos ou abandonar ou amadurecer o negócio", relembra o fundador.

Um dos grandes diferenciais da rede é que a matriz produz toda a base das pavlovas e distribui para as franquias, desta forma, os franqueados, ficam responsáveis apenas pelo creme e pela montagem do produto. Atualmente, Mariano administra o negócio sozinho, mas a união do casal foi essencial no início da Pablo BA. O investimento inicial para a franquia é de R$ 287 mil (loja) e R$ 149 mil (quiosque), com previsão de faturamento médio de R$ 670 mil (loja) e R$ 950 mil (quiosque) ao ano. A expectativa é inaugurar ao menos quatro unidades até o final do ano.


Rafael Campos e Tamara Caetano -  Franqueados da Emporium da Beleza 

Transferido a trabalho do Rio de Janeiro a Balneário Camboriú, Rafael Campos se uniu Tamara Caetano ao acaso, quando ela, que é médica de profissão, cobriu um plantão na cidade por somente um mês. “Não estava nos nossos planos nos conhecermos, mas aconteceu”, diz Rafael.

Construindo a partir daí uma relação ancorada em muito amor, não demorou para que os dois fossem morar juntos. Lidando com mudanças exaustivas e constantes devido ao trabalho de Rafael, engenheiro de formação, uma coisa não mudava: a vontade e empreender. Foi então que, firmados em Joinville, o casal decidiu unir forçar.

Depois de um ano de muita pesquisa, a Emporium da Beleza se mostrou o negócio ideal. Além de uma franquia aclamada, ambos se identificaram com a mentalidade que a ela promove, e estavam decididos a transformar a vida de cada cliente que passasse pela porta de sua loja.

Em dezembro de 2021, a unidade em Joinville foi inaugurada, Tamara cuidando da gestão e Rafael trabalhando dentro da loja com as funcionárias. “Somos dois lados da mesma moeda. Apenas conseguimos fazer o negócio crescer porque confiamos um no outro e sempre nos complementamos, enquanto casal e sócios”, afirma Tamara.



Postar um comentário

0 Comentários