Prefeitura de Goiânia atua em caso de maus-tratos a animais, no Sítio Recreio dos Bandeirantes, nesta quarta-feira (06/04)

Animais de grande porte, dentre cavalos, mulas e jumentos, e seis cães, são encontrados em situação de abandono, sem alimentação e água, e com ferimentos. Tutores são identificados, multados em R$ 16 mil, e encaminhados à Central de Flagrantes


Prefeitura de Goiânia atua em caso de maus-tratos a animais, no Sítio Recreio dos Bandeirantes, nesta quarta-feira (06/04): animais de grande porte, dentre cavalos, mulas e jumentos, e seis cães, foram encontrados em situação de abandono, tutores multados e encaminhados à Central de Flagrantes  -  Foto: Bento Viana.

Após denúncia de maus-tratos a animais, nesta quarta-feira (06/04), a Prefeitura de Goiânia, por meio da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma), Ronda Ostensiva Municipal (Romu) da Guarda Civil Metropolitana de Goiânia e Centro de Zoonoses, esteve no Sítio Recreio dos Bandeirantes, em Goiânia, constatou o crime e tomou as devidas providências.

Diretor de Fiscalização da Amma, Diego Moura detalha que, no local, foram encontrados 12 animais de grande porte, dentre cavalos, mulas e jumentos, além de seis cães em situação de abandono, sem alimentação e água.

Dois tutores foram identificados e multados em R$ 16 mil, e encaminhados à Central de Flagrantes. O caso é investigado pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), que também participou da ação.

“Outra situação grave, constatada durante a ação, foi a de um cão adulto que estava amarrado, extremamente debilitado, com infestação de moscas e larvas. Também havia um cavalo e um burro, ambos com fraturas nas patas dianteiras, sendo uma delas exposta”, relata Diego Moura.

A Amma entrou em contato com o abrigo Lar dos Animais, que receberá os cachorros e vai tratá-los. Já o cavalo com fratura, recebe cuidados do Centro de Zoonoses.

A Prefeitura de Goiânia ressalta que maus-tratos a animais é crime, cuja pena é de reclusão de até cinco anos. Denúncias podem ser feitas pelo número 161.

Postar um comentário

0 Comentários