“Amor Cantado” incentiva vacinação entre crianças e adolescentes

   Covid-19 é a segunda maior causa de morte em crianças de 5 a 11 anos de idade no Brasil

Foto: Divulgação

Com a chegada da pandemia, a criação de vacinas para frear o desenvolvimento da doença se tornou prioridade de cientistas em todo o mundo. Nesse processo, muitas dúvidas surgiram em sobre a vacinação de crianças. Finalmente, a faixa etária que não era contemplada com nenhum dos imunobiológicos, entre 5 e 11 anos, agora pode contar com doses da Comirnaty/Pfizer e CoronaVac/Butantan, ambas autorizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

A aplicação dos imunobiológicos nas crianças e adolescentes, além de ser algo necessário para a redução do número de mortes e de casos da Covid-19, é muito importante para que os jovens possam voltar a sua rotina tanto escolar, quanto em relação ao lazer. Atualmente, no Brasil, a Covid-19 é a segunda maior causa de morte em crianças, o que preocupa a Organização Mundial da Saúde (OMS), assim, incentivando a vacinação de todos.

“O sofrimento de toda a população durante a pandemia foi intenso, por isso a vacina chega como uma forma de voltarmos ao “antigo normal”, mas isso somente se todos - crianças, adolescentes e adultos – tomarem a vacina”, defende o diretor do IMED Getro de Oliveira Pádua. Para Hercílio Ramos cantor e apresentador do “Amor Cantado”, é importante as crianças terem em mente que a escola e as rotinas com brincadeiras, esportes e amigos, só voltarão ao normal após as duas doses da vacina, que protege todo mundo. 

Amor Cantado

O projeto foi criado há pouco mais de um ano com o objetivo de aliviar a dor emocional de pacientes hospitalizados. Nele, o engenheiro e cantor voluntário Hercílio Ramos faz apresentações temáticas ao vivo (lives), tendo no repertório músicas da MPB, clássicos sertanejos e rock. No ano passado, foram abordados temas como Outubro Rosa, conscientização sobre a AIDS, prevenção do câncer de Pele, entre outros. 

A “live” Amor Cantado - Acolhimento Musical -, é transmitida para o Hospital Estadual de Formosa (HEF), Hospital Estadual de Luziânia (HEL), Hospital Estadual de São Luís dos Montes Belos (HESLMB) e pelo Hospital Estadual de Trindade (Hetrin), todos Hospitais do IMED. É também transmitida pelo Youtube através do canal “TV IMED”.


Postar um comentário

0 Comentários