Brasil registra alta na venda de apartamentos novos




Pesquisa mostra aumento de mais de 46%


Segundo um estudo divulgado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em comparação com o ano passado, no primeiro semestre de 2021, o Brasil teve um crescimento de 46,1% na compra de apartamentos novos. Ainda de acordo com os dados divulgados, o aumento dos últimos três meses foi o maior em quatro anos. 


Na avaliação do especialista em construção civil Marlus Franco, da AMG engenharia, todo segmento vive altos e baixos, mas nos dois últimos anos as pessoas têm investido em suas casas, fazendo reformas, melhorias e até mesmo adquirindo novos imóveis. “O mercado também contou com uma surpresa agradável: o aumento da procura por casas”, afirma Franco. 


Porém a alta no preço de materiais de construção ainda reflete negativamente no segmento, o que tem preocupado os empreendedores brasileiros. Conforme o  Índice Nacional de Custo da Construção – Disponibilidade Interna (INCC-DI) registrado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), entre julho de 2020 e junho de 2021, houve um aumento de 32,92%. Ou seja, a reforma tá mais cara. 


Marlus afirma que o mercado está oscilando, mas alguns itens já apresentaram queda no valor . “O aço foi um dos vilões, mas já teve uma queda de 10%. É discreta, não é o preço que queríamos, mas esperamos uma redução maior. No entanto, os valores não devem ser os mesmos do período pré-pandêmico”, explica o especialista.