Santuário do Caraça vence incêndio de grandes proporções graças ao trabalho conjunto



Com o período de seca, a possibilidade de incêndios florestais é aumentada. Entre o final de julho e o início de agosto, o Santuário do Caraça foi cenário de uma situação que exigiu o empenho de vários profissionais para o combate às chamas que consumiram cerca de 1.800 hectares de matas. O trabalho contou com a ajuda do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, principalmente as guarnições de Mariana, Ouro Preto e Belo Horizonte, o grupo Previncêndio, o Instituto Estadual de Florestas, a Polícia Militar de Meio Ambiente, empresas e outros agentes de preservação do meio ambiente.

De acordo com Douglas Henrique Silva, biólogo do Santuário do Caraça, não foi possível identificar a origem do fogo que atingiu a região. "Em sete dias, a RPPN Santuário do Caraça sofreu com um incêndio de grandes proporções que atingiu cerca de 1.800 hectares da reserva. O estrago poderia ser muito maior, mas graças ao apoio de muitas pessoas, o foco foi debelado. Cabe agora aguardamos pacientemente a recuperação natural das áreas atingidas. Não sabemos como o incêndio começou, mas tudo indica que não é natural. Por muitos anos, os moradores da nossa região ainda cultuam a prática de colocar fogo para renovar as pastagens ou para simplesmente limpar os quintais. Precisamos rever essa prática, atualmente existem alternativas mais ecológicas que podem ser utilizadas", comenta.

Segundo Douglas Henrique Silva, sem o apoio de tantos agentes envolvidos em sanar com o fogo que acabou tomando grandes proporções, não teria sido possível resolver a situação. "A RPPN Santuário do Caraça é profundamente grata a todas as instituições, empresas e voluntários que nos ajudaram nessa difícil tarefa. Agradecemos ao Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, principalmente as guarnições de Mariana, Ouro Preto e Belo Horizonte, ao grupo Previncêndio, ao Instituto Estadual de Florestas, a Polícia Militar de Meio Ambiente de Minas Gerais, as empresas Anglo Gold Ashanti e Vale S.A por disponibilizar suas brigadas de incêndio, as brigadas da AMDA, SAFEMED. Fora esses, a brigada do Parque Nacional da Serra do Gandarela, a brigada B1 da Serra do Rola Moça, a brigada voluntaria de João Monlevade, as empresas MR e ANGLO Gold Ashanti pelo fornecimento de kit lanches para toda equipe de trabalho. Deixamos, também, um agradecimento especial a Vale e ao IEF pela disponibilidade das aeronaves que foram fundamentais para as atividades. A equipe do Caraça, monitores, guias e ao Daniel, Guarda Parque da RPPN que conduziu e deu suporte a todos durante as ações de combate ao incêndio. Muito obrigado a todos", conclui o biólogo.

Sobre a RPPN Santuário do Caraça

Com mais de 12.000 hectares, a RPPN Santuário do Caraça foi reconhecida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, no ano de 1955, quando passou a fazer parte do rol de bens tombados pela União. Também integra a área destinada às Reservas da Biosfera da Serra do Espinhaço e da Mata Atlântica, reconhecidas pela UNESCO em 2005.

O passado histórico da RPPN – Santuário do Caraça é peculiar, pois uma área excepcional de 12.403 hectares foi mantida em posse de apenas dois proprietários, o Irmão Lourenço de Nossa Senhora e a Congregação da Missão, por mais de 240 anos. A área da Reserva foi constituída pela fusão de quatro propriedades: a original, adquirida pelo Irmão Lourenço por volta de 1770, na qual se acham as edificações principais do Caraça; a Fazenda da Chácara, comprada em 1823, cuja antiga sede não mais existe e que foi, durante muito tempo, o celeiro do Colégio, no antigo caminho de Catas Altas; a Fazenda do Engenho, comprada em 1858, localizada nas proximidades da Portaria de acesso à Reserva; e a Fazenda do Capivari, doada pelo Coronel Manoel Pedro Cotta e por sua esposa, que, por não terem descendentes, legaram sua propriedade ao Caraça em 1870.

Hoje, turistas de todo o mundo visitam o Santuário do Caraça anualmente, seja para momento de descanso, lazer ou pesquisa ambiental e contato com a religiosidade. O local é reconhecido pela sua hospitalidade, tanto que já recebeu por duas vezes, em 2020 e 2021, o selo Traveller Review Awards, da Booking.com, que premia os hotéis mais bem avaliados pelos viajantes de todo o planeta, além da chancela Travellers' Choice 2020, do Tripadvisor, que destaca as avaliações positivas dos visitantes que passaram pelo destino turístico.

 

Santuário do Caraça

Local: Estrada do Caraça, Km 9 - Entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara - CEP 35960-000

Fácil acesso pelas rodovias BR 381 e MG 436, além do cômodo acesso por trem (Estação Dois Irmãos - Barão de Cocais)

 

Site: www.santuariodocaraca.com.br

Reservas: centraldereservas@santuariodocaraca.com.br

Instagram: @santuariodocaraca 

Facebook: www.facebook.com/santuariocaraca/