GDF e sociedade unidos em prol da segurança da mulher



Em Samambaia, será lançado 'Programa Jornada Zero Violência Contra Mulheres e Meninas'



Iniciativa reforça a informação sobre os canais de denúncia e formas de apoiar e acolher as vítimas

O convite é para que governo, lideranças comunitárias e moradores de Samambaia se aliem no combate à violência de gênero. A Secretaria da Mulher (SM), em parceria com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) e com a Administração Regional de Samambaia, lança, nesta segunda-feira (12), o Programa Jornada Zero Violência contra Mulheres e Meninas.

A proposta é mobilizar a população do Distrito Federal para divulgar e fortalecer da rede de enfrentamento à violência contra esse público. A iniciativa quer reforçar os canais de denúncias disponíveis e também apresentar à comunidade os equipamentos de acompanhamento psicossocial, apoio e acolhimento das vítimas.

Programa será lançado nesta segunda | Arte: Divulgação/Secretaria da Mulher

A equipe do Jornada Zero, por meio de em cartazes e folders informativos, vai orientar a população sobre como denunciar casos de violência contra a mulher, além de esclarecer sobre onde procurar ajuda para a vítima e apresentar os serviços oferecidos pelas unidades do Núcleo de Atendimento à Família e Autores de Violência Doméstica (Nafavd), do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam), do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), bem como os conselhos tutelares e as delegacias. Também serão divulgadas as ações dos programas de Assistência à Violência (PAV) e Prevenção Orientada à Violência Doméstica e Familiar (Provid).

Políticas de acolhimento

Lideranças locais serão convidadas a conhecer e a replicar dados sobre ações e políticas do Governo do Distrito Federal voltadas ao acolhimento e à proteção das mulheres, de seus familiares e até mesmo de seus agressores.

Outra meta do Jornada Zero é capacitar servidores e fortalecer a atuação das administrações regionais para que sejam "pontos focais" no atendimento das mulheres que sofrem qualquer tipo de agressão. Nesses locais, elas deverão ser acolhidas, orientadas e encaminhadas aos atendimentos especializados para cada caso.

O programa visitará todas as regiões administrativas do DF e Entorno. Samambaia é a segunda região a receber o Jornada Zero. Em 2019, a Secretaria da Mulher, em parceria com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), lançou o projeto-piloto do programa no Paranoá, cidade escolhida por apresentar um dos maiores índices de feminicídio e de violência de gênero da capital, à época, segundo dados da SSP.

Veja, abaixo, a programação do lançamento da ação em Samambaia.

Segunda-feira (12), às 19h: apresentação do Programa Jornada Zero. Local: Complexo Cultural de Samambaia – Quadra 301, Conjunto 5, Lote 1, Centro Urbano.
Terça (13), às 9h: palestra com os homens. Local: Centro de Ensino Fundamental 619, Samambaia Norte.
Quarta (14), às 16h: palestra sobre autonomia econômica; às 17h, palestra da Defensoria Púbica. Local: Administração de Samambaia.
Quinta (15), às 9h: bate-papo com diretoras das escolas, no Centro de Ensino Fundamental 619, em Samambaia Norte.
Sexta (16), às 9h30: inauguração do Espaço Hipercriativas – Instituto Social de Brasília, Quadra 207, Conjunto 5, Samambaia Norte. Logo após, haverá uma caminhada pela cidade, com concentração em frente à feira da 202/402 Norte.

*Com informações da Secretaria da Mulher