Prefeitura de Goiânia já contratou mais de 1100 profissionais de saúde neste ano



Atenta às demandas da Saúde, a Prefeitura de Goiânia já contratou, desde janeiro deste ano, 1.118 profissionais de saúde, das mais diversas especialidades. A força de trabalho reforçou o atendimento a leitos Covid-19, unidades de atenção primária e emergência. Segundo o secretário de Saúde, Durval Pedroso, as contratações possibilitam a estruturação de equipes em diversas áreas, promovendo a assistência integral da população. "Força de trabalho bem estruturada constrói Saúde pública de qualidade", destaca


Foto: Jucimar Sousa.

Em março, a Prefeitura abriu credenciamento de profissionais para atuação nos leitos de UTI e enfermaria Covid-19. A ação recebeu, em três dias, candidatos de diferentes áreas, entre elas, médicos, enfermeiros, biomédicos, farmacêuticos e maqueiros, no intuito de promover a atenção integral dos pacientes. O credenciamento possibilitou abertura imediata de, pelo menos, 20 leitos para tratamento da doença.

Até agora, 448 profissionais deste chamamento já foram contratados, sendo 49 fisioterapeutas, 50 médicos, 77 enfermeiros, 214 técnicos de enfermagem, entre outras áreas incluídas no edital. O credenciamento dos profissionais deferidos pelo processo continua conforme a demanda apresentada pelas unidades de saúde que tratam, exclusivamente, da Covid-19.

O Edital de Chamamento Público nº 002/2021, aberto no mês de abril, promoveu a contratação de mais 41 médicos de atenção primária, além de 31 enfermeiros e cinco auxiliares de enfermagem, totalizando 77 novos profissionais na área. Lembrando que as contratações de processos seletivos seguem conforme as necessidades da Administração, respeitando o prazo de validade dos certames.

Além da abertura dos editais de 2021, a Saúde contratou, neste ano, outros 593 profissionais aprovados no processo seletivo - edital 001/2020. Os convocados foram lotados em unidades de atenção primária, urgência e outros setores, incluindo administrativo. Somente para a Estratégia de Saúde na Família, foram direcionados seis auxiliares de enfermagem e 24 enfermeiros, fortalecendo a estrutura das equipes componentes do programa.