Governo de Goiás investe R$ 1,8 milhão na Casa do Idoso Vila Mutirão

Durante evento, realizado no Palácio das Esmeraldas, governador Ronaldo Caiado também faz a entrega simbólica do novo Passaporte do Idoso. Documento contemplará, com viagens gratuitas intermunicipais e acesso a atividades de cultura, 1.025 pessoas com mais de 60 anos, nesta primeira etapa. “Eu gosto de ver a pessoa que cuida do povo como o senhor está cuidando”, disse Alcebíades Pereira de Carvalho, de 94 anos, ao agradecer benefício

Fotos: Hegon Corrêa e Wesley Costa

Alcebíades Pereira de Carvalho, de 94 anos, ao receber o Passaporte do Idoso faz homenagem ao governador Ronaldo Caiado: “Gosto de ver a pessoa que cuida do povo como o senhor está cuidando”

Na data em que se comemora o Dia Internacional e Nacional do Idoso (1º/10), o governador Ronaldo Caiado anunciou a reforma da Casa do Idoso Vila Mutirão e a construção de um centro de convivência na unidade. Os investimentos somam R$ 1,8 milhão e o início das obras está previsto para novembro. 

Durante o evento, que contou com a participação da presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, primeira-dama Gracinha Caiado, o governador também apresentou o novo Passaporte do Idoso, que contemplará, na primeira etapa, 1.025 pessoas com mais de 60 anos. Os benefícios entregues fazem parte da agenda de trabalho da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds), liderada por Lúcia Vânia.

Construída na década de 1980, a Casa do Idoso da Vila Mutirão não passava por uma reforma há mais três décadas. A capacidade é para 60 pessoas em 30 casas-lares, mas apenas oito moradores estão atualmente no local, devido à carência de infraestrutura. Com a reforma, o espaço voltará a atender a quantidade de pessoas para o qual foi projetado. Outra novidade é a construção de um espaço de convivência, que será aberto aos moradores e ao público externo, com piscina e toda infraestrutura necessária à prática de esporte e lazer

“O dever do Estado é esse: estar mais próximo do cidadão”, pontuou Caiado. No caso específico dos idosos, o governador registrou a importância de prover atividades que fazem bem ao corpo e à mente, como exercícios na piscina, fisioterapia, leitura e também as ferramentas tecnológicas, que aproximam o grupo da terceira idade a seus familiares. Tudo isso estará disponível no novo centro, que tem uma demanda de 100 pessoas na fila de espera. 

Em quebra de protocolo durante a solenidade, Ronaldo Caiado não hesitou em passar o microfone para aqueles que realmente são protagonistas, mas nem sempre a voz tem forte ressonância na sociedade. Escolhido para receber o documento das mãos das autoridades, em representação a todos que serão agraciados com a medida, Alcebíades Pereira de Carvalho, de 94 anos, arrancou aplausos do governador. 

“Tenho acompanhado, todos os dias, o seu trabalho na televisão, e vejo que está forte e no lugar que é necessário. Gosto de ver a pessoa que cuida do povo como o senhor está cuidando”, afirmou seu Alcebíades. “É uma honra, para mim, participar desse evento e receber da mão do governador o passaporte. Se der oportunidade para viajar, viajo com muita honra”, emendou ele, ao demonstrar que vigor não está relacionado, exclusivamente, aos jovens.

Durante todo ano de 2019, o Governo de Goiás entregou mais de 13 mil passaportes do idoso, documento que garante viagens intermunicipais gratuitas e dá acesso a atividades de cultura, como cinema e clubes. Com a remessa de 2020, o número de beneficiados chegará a mais de 14 mil. Podem receber o benefício, pessoas com idade a partir de 60 anos, com renda familiar mensal máxima de três salários mínimos e que resida no Estado. Caiado agradeceu o trabalho da secretária Lúcia Vânia, com quem atuou, concomitantemente, na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. “O benefício continuado deu dignidade ao idoso”, disse. 
Reforma e melhorias

Lúcia Vânia, que foi secretária nacional de Assistência Social durante a época em que se começou a discutir os direitos da pessoa idosa, como o Benefício da Prestação Continuada (BPC), detalhou o projeto da reforma da instituição de longa permanência da Vila Mutirão, que abrigará um centro de convivência. “Nesse espaço que vamos construir, os idosos poderão se reunir para trocar experiências e para atividades físicas terapêuticas”, exemplificou. 

O local contará com piscina e equipamentos de fisioterapia e de atividades físicas e recreativas, com o objetivo de contribuir para a melhoria da saúde e qualidade de vida dos moradores e visitantes. Será construído ainda um grande salão, com 250 metros quadrados de área e capacidade para receber mais de 200 pessoas com conforto, local onde poderão ocorrer os tradicionais bailões da sexta-feira. “As políticas públicas para os idosos precisam ser atendidas em sua plenitude”, afirmou a titular da Seds. 

Em nome da bancada goiana no Congresso Nacional, a deputada federal Flávia Morais elogiou a atuação do Governo de Goiás, por meio do trabalho da secretária Lúcia Vânia e da primeira-dama Gracinha Caiado. A parlamentar sugeriu ainda investimentos na implantação de Centros-Dias, espaços em que os idosos desfrutam de diversas atividades, mas não dormem no local. 

A deputada falou da Comissão Permanente da Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, criada na Câmara dos Deputados em 2016, e da necessidade de aumentar o número de Fundos Municipais dos Idosos em Goiás, de 16 para mais de 240. “Por meio deles conseguimos trazer dinheiro da iniciativa privada para a execução de políticas públicas para o idoso”, explicou Flávia. 

Também presente à solenidade, o presidente do Ministério Público, procurador-geral de Justiça, Aylton Vechi, frisou que o “resgate da pessoa idosa precisa ser cultuado, bem como a experiência e a maturidade delas”. E acrescentou: “Quero demonstrar aqui meu respeito pelo Estado, que tem desenvolvido ações em prol da pessoa idosa”. 

Participaram do evento o deputado federal Zacharias Calil; o secretário municipal de Assistência Social, Mizair Lemes Júnior, representando o prefeito de Goiânia, Iris Rezende; a diretora geral da OVG, Adryanna Caiado; o secretário de Estado de Comunicação, Tony Carlo; o presidente da Agência Brasil Central (ABC), Reginaldo Júnior; a conselheira Sara Mendes, representando a Ordem do Advogados do Brasil – Seção de Goiás; os prefeitos José Cunha (Porteirão) e Divino Marques (Indiara).

Ainda participaram o governador do Distrito LB-2 do Lions Clube, Paulo Renato; os presidentes Vladimir Lênin (Lions Clube), Ignês Guardiola (Conselho Estadual da Pessoa Idosa); Fabiana Arruda (Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social de Goiás); e os representantes Jorge Meneses (Associação Beneficente Auta de Souza), Gilka Aparecida (Associação de Idosos Balneário) e Luzia Marli (Casa do Idoso Vila Mutirão); a chefe de Gabinete da Universidade do Estado de Goiás, professora Cristhyan Milazzo; e a superintendente de Desenvolvimento, Assistência Social e Inclusão Social, Luiza Rodrigues.