Delação de Delcídio é uma pá de cal no governo Dilma e na defesa de Lula

Para o Líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy (BA), a delação premiada do senador Delcídio do Amaral desmente de forma definitiva a versão de Lula e Dilma de que não sabiam do esquema de corrupção na Petrobras e revela as estratégias de ambos para, de forma sórdida e suja, interferirem nas investigações da Lava Jato

“O senador Delcídio era o líder da presidente Dilma, agia e falava em nome dela, gozava de sua total intimidade. As informações contidas em sua delação são uma pá de cal no governo da presidente e na defesa de Lula porque não se trata mais de um delator qualquer – mas sim o Líder da presidente, reforço, pessoa de sua intimidade e total confiança. Uma presidente que se utiliza do mais alto cargo da República para tentar atrapalhar o trabalho da Justiça para proteger a si, a seu criador, e à companheirada, não tem condições morais para permanecer à frente do país”, afirmou o Líder do PSDB.

Para Imbassahy, “de fato, quem venceu as últimas eleições não foi uma agremiação partidária, mas uma organização criminosa”. Para o Líder do PSDB, o PT, Lula e Dilma se apropriaram do Estado em favor de seu projeto de poder – arquitetaram o Mensalão e, depois, o Petrolão, como fonte de financiamento e se utilizaram de suas posições para tentar impedir qualquer investigação. “Isso é inadmissível e criminoso”.

PIB

Para Imbassahy (BA), o resultado do PIB divulgado hoje – de queda de 3,8% em relação a 2014 – é obra de um governo incompetente e sem capacidade de reação, com dolorosos reflexos para os brasileiros, que enfrentam hoje a tragédia do desemprego, da queda na renda e da falta de perspectivas.

“Esse resultado é extremamente preocupante e lamentável. É o retrato acabado de um passado e de um presente desastrosos e sinaliza um futuro obscuro para o país. Se as previsões de queda para este ano se confirmarem – e tudo indica que sim – teremos dois anos consecutivos de recessão, a primeira vez desde 1930-1931. Uma tragédia para os brasileiros”, afirmou.

De acordo com o Líder do PSDB, a presidente Dilma já demonstrou não ter nenhuma liderança e sua permanência no poder tornou-se o principal problema para o país. “A presidente é a líder de um governo nocauteado pela própria incompetência, pela sua complacência e convivência com a corrupção e sem visão de futuro. Seu afastamento, via impeachment ou TSE (Tribunal Superior Eleitoral), dará um alento ao país e o início de um processo de retomada da credibilidade por parte dos investidores e da confiança no futuro, por parte dos brasileiros”, afirmou.