“O PSDB de Goiás precisa de cheiro de povo”, sugere o delegado-deputado Waldir Soares

O deputado federal Waldir Delegado Soares diz que a cúpula do PSDB deve ficar atenta a um fato: em 2018, depois de 20 anos no poder, não terá o governador Marconi Perillo como postulante

Se estiver postulando mandato no plano nacional, o tucano não terá tempo para articular em tempo integral a candidatura de José Eliton a governador. “O PSDB corre o risco de perder a hegemonia em Goiás e as oposições vão ‘apertar o pé’ com o senador Ronaldo Caiado e o deputado Daniel Vilela. 

Para chegarmos fortes em 2018, com uma base ampla, precisamos ganhar as eleições para prefeito nas principais cidades do Estado — Goiânia, Anápolis e Aparecida. O PSDB precisa ouvir os eleitores, não só as cúpulas. Precisa de cheiro de povo em Goiânia, se quiser ganhar a eleição e não apenas ‘marcar presença’ e consolidar nomes para disputas futuras. 

Comigo, se fizemos uma campanha azeitada, o PSDB tem condições de eleger o prefeito. Sem candidatos populares, o partido nunca ganhou de Iris Rezende em Goiânia.”

Postar um comentário

0 Comentários