ARTIGO: Programa Inova Goiás um exemplo ao País

*O desenvolvimento através de investimento em inovação


O Programa de Inovação e Tecnologia de Goiás – Inova Goiás recebeu o endosso da maior instituição de ensino superior do País: a Universidade de São Paulo (USP), que passou a integrar o Conselho Superior do programa e decidiu ampliar sua parceria no programa. Ponto para o governador Marconi Perillo e o secretário de Desenvolvimento Econômico, vice-governador José Eliton.

O presidente da Agência USP de Inovação, Vanderlei Bagnato, em solenidade no Palácio das Esmeraldas, destacou que Goiás está dando um exemplo ao resto do país com o Inova Goiás.

Segundo ele, para o promover o desenvolvimento é preciso investir na inovação. Conforme explicou, “há a necessidade de se inovar tanto na forma de fazer as coisas quanto na forma de avaliar as coisas, com transparência”.

Segundo Bagnato, “há também que se inovar na forma de pensar e, mais que tudo, de inovar com responsabilidade social. “Inovar sem o foco social não evolui que jeito que a gente espera”.

O professor destacou que a Agência USP de Inovação vem recebendo pedidos para estabelecer parcerias com outros estados, a partir do que se observa com a contribuição que a agência vem prestando ao Estado de Goiás.

Marconi assinou o decreto de criação do Conselho Superior de Inovação, que terá a função de conduzir as ações do programa Inova Goiás, programa de inovação tecnológica criado por ele em setembro.

O Conselho Superior vai auxiliar o governo estadual na formulação e acompanhamento de todas as ações que estão previstas no programa Inova Goiás.

As metas definidas pelo governo Marconi/José Eliton quanto à competitividade e inovação tecnológica são muito mais ambiciosas do que foram colocadas até o momento, e a intenção é superá-las.

O objetivo era que Goiás ficasse entre os três estados mais destacados na educação básica até 2014, principalmente no Ensino Médio, e o Estado chegou ao 1º lugar no Ideb em 2013. Goiás era o 16º no Ideb no Ensino Médio e chega agora ao 1º lugar. E o Estado vai sair do 14º em Inovação e competitividade e para chegar entre os cinco primeiros.

O foco de Goiás será nos centros de tecnologia, nas aceleradoras, incubadoras, nos Centros Tecnológicos do Estado de Goiás (Itegos), e no programa Goiás Sem Fronteiras.

O governo Marcon/José Eliton, com criatividade, está trabalhando programas de inovação, competitividade, melhorando a saúde, a educação, segurança pública, preservação ambiental, habitação, geração de emprego e renda.

Cumprimento, portanto, o governador Marconi Perillo e o vice, José Eliton, pelo salto de qualidade que Goiás vem dando e servindo de exemplo aos demais estados da Federação.

*José Vitti, empresário, líder do Governo na Assembleia Legislativa.